Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa e Doutor pela Universidade Complutense de Madrid e pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas da Universidade Técnica de Lisboa, Adriano José Alves Moreira é hoje professor emérito da Universidade de Lisboa, Professor Honorário da Universidade de Santa Maria e Curador da Universidade Cândido Mendes, Rio de Janeiro.

Doutor Honoris Causa pelas Universidades da Beira Interior, Aberta, Manaus, S. Paulo, Bahía, Brasília e Rio de Janeiro, é membro de diversas e prestigiadas academias portuguesas, brasileiras e espanholas, entre as quais a Academia das Ciências de Lisboa, a Academia de Marinha de Lisboa, a Academia Internacional da Cultura Portuguesa, a Academia Portuguesa da História, a Academia Brasileira de Letras, a Academia Pernambucana de Letras, a Academia Internacional de Direito e Economia de S. Paulo e a Academia de Ciências Morales y Políticas de Madrid.

Entre outros cargos, é curador honorário da Fundação Oriente (Lisboa), presidente honorário da Sociedade de Geografia de Lisboa, sócio fundador e presidente honorário da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, e sócio fundador e presidente da assembleia-geral da Associação Portuguesa de Ciência Politica. Presidiu ainda ao extinto Conselho Nacional de Avaliação do Ensino Superior e foi presidente do Conselho Geral da Universidade Técnica de Lisboa. Atualmente é Presidente Internacional do Centro Europeu de Informação e Documentação (CEDI).

Na carreira política foi delegado de Portugal na ONU nos anos 50 e Ministro do Ultramar no governo presidido por António Oliveira Salazar, tendo sido depois do 25 de Abril de 1974 presidente do CDS e deputado e Vice-Presidente da Assembleia da Republica. Foi responsável pelo lançamento do Movimento da União das Comunidades de Cultura Portuguesa, tendo presidido aos I (1964) e II (1966) Congressos dessas Comunidades, em Lisboa e Lourenço Marques, respetivamente.

A singular participação cívica, académica e política de Adriano Moreira já foi reconhecida com diversas distinções honoríficas, entre as quais a Grã-Cruz de São Silvestre; Grã-Cruz de Cristo; Grã-Cruz do Cruzeiro do Sul; Cavaleiro Grã-Cruz da Ordem de África; Grã-Cruz da Ordem de Isabel, a Católica; Grande-Oficial do Infante D. Henrique; Grã-Cruz da Ordem Militar de Santiago da Espada; e a Royal Victorian Order.


UA atribui Doutoramento Honoris Causa a Adriano Moreira

UA celebra 42º aniversário e distingue Adriano Moreira com Doutoramento Honoris Causa
última atualização a 17-03-2017
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.