Nasceu em 1933. Quarenta anos depois de iniciar a carreira, as obras de Álvaro Siza Vieira continuam a ser desenhadas pela mão da contemporaneidade e alvo de um interesse mundial crescente, principalmente depois de ter recebido o Prémio Pritzker, em 1992, considerado o Nobel da Arquitetura.

A Biblioteca da Universidade de Aveiro (UA), a Casa de Chá da Boa Nova (Leça da Palmeira), o Museu de Arte Contemporânea da Galiza (Santiago de Compostela), a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, o Centro Meteorológico da Vila Olímpica de Barcelona, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves (Porto), a Igreja de Marco de Canaveses ou o Pavilhão de Portugal na Expo 98, a par da Biblioteca da UA, para cujo campus também desenhou o Depósito de Água, construído em 1991, trouxeram-lhe prémios de todo o Mundo.

Para além do Pritzer, destacam-se a Medalha de Ouro de Arquitetura do Colégio de Arquitetos de Madrid (1980), a Medalha da Fundação Alvar Aalto (1980), o Prémio Europeu de Arquitetura da Comissão das Comunidades Europeias/Fundação Mies van der Rohe (1980), o Prémio de Arquitetura do Ano (1982) atribuído pela Secção Portuguesa da Associação Internacional de Críticos de Arte e o Prémio de Arquitetura da Associação de Arquitetos Portugueses (1987).

No ano de 1993, Álvaro Siza Vieira recebeu o Prémio Nacional de Arquitetura e em 1996 e 2000, o Prémio Secil de Arquitetura. Em 2001 foi premiado pela Wolf Foundation e recebeu o Prémio Nacional da Arquitetura Alexandre Herculano. A Medalha de Ouro do Instituto Real dos Arquitetos Britânicos, entregue em 2009, é mais uma distinção a constar ana imensa lista de prémios nacionais e internacionais que coroam a obra de Siza Vieira.

O arquiteto é doutor Honoris Causa de várias universidades espalhadas pelo mundo.

» Intervenção do Arquiteto Álvaro Siza Vieira

última atualização a 17-03-2017
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.