Referência maior no panorama da cultura moçambicana contemporânea, a obra do escritor João Paulo Borges Coelho é um exemplo de cruzamento profícuo da atividade académica com a criatividade artística. Historiador, Doutorado em história económica e social na Universidade de Bradford, no Reino Unido, o professor na Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique, tem dedicado o seu trabalho académico à investigação das guerras colonial e civil em Moçambique.

Os trabalhos de pesquisa de João Paulo Borges Coelho, nascido em 1955, incluem também os temas da construção política e os conflitos e segurança na África Austral e no Oceano Índico, os movimentos e ordenamento populacional no território, e as questões que relacionam a história, o poder e a memória.Para além da História, João Paulo Borges Coelho abraça desde há alguns anos um projetoliterário baseado na construção ficcionada de realidades presentes e passadas de Moçambique, um trabalho que empreende sempre com a ajuda da bagagem científica que carrega.

O seu primeiro livro, As Duas Sombras do Rio, foi lançado em 2003. A este seguiu-se As Visitas do Dr. Valdez, um romance que ganhou a edição de 2005 do prémio literário José Craveirinha. Em 2009 o autor ganhou a 2ªedição do Prémio Leya com o livro O Olho de Hertzog. A obra literária de João Paulo Borges Coelho destaca-se hoje no panorama das literaturas do espaço da lusofonia.

» Intervenção do Professor Doutor João Paulo Borges Coelho 

última atualização a 17-03-2017
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.