Eugénio de Almeida Lisboa licenciou-se em Engenharia Eletrónica no Instituto Superior Técnico de Lisboa.

Desempenhou cargos importantes, nomeadamente o de Chefe dos Serviços de Exploração da Rede Elétrica na Cidade da Beira ( Moçambique ), Diretor das Instalações Petrolíferas da Total Oil Products bem como o cargo de Gerente Geral e Administrador da Companhia Petrolífera SONAP e Administrador da Refinaria SONAREP, também em Moçambique.

Foi Conselheiro Cultural na Embaixada de Portugal em Londres durante dezassete anos, e entre 1995 e 1998 desempenhou funções como Presidente da Comissão Nacional da UNESCO em Lisboa.

A partir de 1996, a Universidade de Aveiro, através do seu Departamento de Línguas e Culturas, passou a dispor da colaboração, na área da Literatura Portuguesa, do Professor Eugénio Lisboa.

Embora tendo tido uma formação académica, na área de engenharia eletrónica, desde cedo se dedicou ao culto da língua e da literatura de tal forma que se tornou professor em várias universidades estrangeiras e por fim, na Universidade de Aveiro, sempre a par com um percurso de criador e crítico literário que lhe granjearam merecido reconhecimento.

Em 2002, o Departamento de Línguas e Culturas da Universidade de Aveiro, propôs a atribuição do grau de Doutor Honoris Causa ao Engenheiro Eugénio Lisboa, que veio a recebê-lo em dezembro desse ano, durante a Cerimónia Comemorativa do 28º Aniversário da Universidade.

última atualização a 17-03-2017
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.