Licenciou-se em Geologia na Universidade de São Paulo, tendo-se dedicado, desde sempre, às questões do papel das Geociências na sociedade, nomeadamente das relações destas com o ambiente e com o desenvolvimento sustentado em relação com o uso dos recursos minerais, bem como às novas vias que se abrem às Geociências.

Os seus interesses científicos centram-se na geologia isotópica e nas suas aplicações quer a rochas argilosas, quer a problemas de Geodinâmica.

São fortes as ligações do Prof. Cordani a Portugal. Têm sido especialmente reforçadas por via da Universidade de Aveiro, onde ele esteve como Gulbenkian Professor em 1996/97. 

Apresentou à Reitoria da Universidade as linhas gerais de uma política científica para o Departamento de Geociências em que era ponto forte a cooperação com universidades de Países de Língua Oficial Portuguesa. A mesma estadia contribuiu igualmente para iniciar com o Departamento de Geociências uma colaboração científica com reflexos diretos no aprofundamento do conhecimento geológico de Portugal, com uso de facilidades analíticas existentes e que são únicas no país.

Pelo seu notável trabalho científico, designadamente do âmbito da Geocronologia e da Geologia Isotópica, pelo apoio indispensável que concedeu à Universidade de Aveiro para viabilização do desenvolvimento destes ramos da Geologia em Portugal, o Departamento de Geociências propôs a atribuição do grau de Doutor Honoris Causa a este cientista e professor brasileiro.

A imposição das insígnias de Doutor Honoris Causa realizou-se em 2000, no âmbito do 27º Aniversário da Universidade de Aveiro.

última atualização a 17-03-2017
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.