A dimensão afectiva no processo de ensino-aprendizagem das Línguas Estrangeiras: um estudo no contexto das aulas de Alemão no ensino secundário português.

 

A dimensão afectiva no processo de ensino-aprendizagem das Línguas Estrangeiras: um estudo no contexto das aulas de Alemão no ensino secundário português.


Tipo de trabalho: Projecto de Doutoramento

Investigador/a: Alexandra Fidalgo das Neves Montalvão Schmidt

Orientação: Professora Doutora Maria Helena Araújo e Sá

 

OBJECTIVOS

  • Identificar e descrever as representações face às línguas estrangeiras, em particular à língua Alemã, e sua aprendizagem, que se manifestam numa determinada comunidade escolar (considerando os alunos, encarregados de educação, professores, administração da escola e funcionários);
    • Analisar o (inter-)relacionamento entre as representações dos diferentes públicos considerados;
    • Identificar e descrever os factores que interferem na sua construção no que se refere aos alunos;
    • Verificar as implicações nos processos de aproximação / distanciamento dos alunos face à língua Alemã e sua aprendizagem.
  • Caracterizar a construção de uma relação afectiva com o Alemão, na aprendizagem através da interacção em sala de aula.
  • Identificar e caracterizar os factores que interferem na construção dessa relação, nomeadamente no âmbito de:
    • representações face às línguas e sua aprendizagem;
    • decisões pedagógico-didácticas;
    • perfis linguístico-comunicativos e "profissionais" dos sujeitos (do professor e dos alunos).

DESCRIÇÃO

A consciência das implicações da dimensão afectiva no processo de ensino-aprendizagem tem vindo a constitui-la como objecto de estudo privilegiado por investigadores em Didáctica das Línguas Estrangeiras. Sobre esta temática, e no contexto do Departamento de Didáctica e de Tecnologia Educativa, foram realizados alguns estudos de mestrado focando a dimensão do lado do aprendente (Daubney, 2004), do do professor (Gonçalves, 2002) e do da interacção (Bento, 2001).
Este projecto, cujo trabalho empírico se iniciará no ano lectivo de 2004/2005, visa identificar os factores que interferem na construção de uma relação afectiva com uma língua estrangeira e sua aprendizagem e, seguindo uma abordagem interaccional, analisar a construção desta relação em sala de aula e evidenciar possíveis implicações no processo de ensino-aprendizagem do Alemão.
Tendo em conta que aprender uma língua significa construir uma imagem dessa língua em relação a outras, que esta imagem não se dissocia de uma relação afectiva com a mesma e que esta dimensão afectiva está presente ao longo de toda a intervenção didáctica, influenciando-a e sendo influenciada por ela, pretende-se conhecer e compreender duas dimensões da realidade escolar: a um macro-nível, caracterizar-se-ão representações face às línguas estrangeiras e sua aprendizagem, em particular da língua alemã, por parte de diferentes públicos de uma comunidade escolar (alunos, encarregados de educação, professores, administração escolar e funcionários), no sentido de analisar como as representações obtidas se relacionam entre si e como se reflectem nas atitudes, comportamentos e motivações dos alunos; a um micro-nível, acompanhar-se-á uma turma de alemão, língua estrangeira, na mesma escola, ao longo de um ano lectivo inteiro.
Dado que se pretende compreender e descrever processos complexos e não observáveis (a dimensão afectiva e suas implicações no processo de ensino-aprendizagem), limitando o investigador à interpretação de processos observáveis (manifestações de atitudes, actividades conversacionais, entre outros), far-se-á o cruzamento de diferentes tipos de dados (vídeo-gravação de aulas, observações directas, questionários, entrevistas e documentos de auto-relato).

RESULTADOS

Espera-se dar resposta às questões investigativas, contribuindo para:

  • aprofundar conhecimentos relativos a implicações da dimensão afectiva no processo de ensino-aprendizagem em sala de aula de Alemão, língua estrangeira;
  • consciencializar para a importância da referida dimensão no contexto do ensino secundário português;
  • diversificar o conhecimento produzido no âmbito da Didáctica do Alemão em Portugal.

OBSERVAÇÕES

Este estudo insere-se no projecto LALE (Laboratório Aberto para a Aprendizagem de Línguas Estrangeiras do Centro de Investigação "Didáctica e Tecnologia na Formação de Formadores"), nomeadamente na sua Linha de Investigação n.º 1, Aspectos Socio-afectivos da Gestão da Competência Plurilingue, cujos objectivos de investigação são (1) a análise do papel dos aspectos socio-afectivos na construção da competência plurilingue e (2) a descrição e identificação das motivações, disponibilidades e predisposições dos sujeitos para a construção dessa mesma competência.

Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização. saber mais
[X]