44 anos da UA
 

carta de apresentação

A carta de apresentação é, na maioria dos casos, o primeiro contacto entre empregador e o candidato pelo que a sua elaboração deverá revestir-se de cuidados especiais.

> Candidaturas Espontâneas

A candidatura espontânea é uma técnica de procura de emprego que lhe permite o contacto com potenciais empregadores.

O objectivo é despertar o interesse do empregador no candidato em questão. A candidatura espontânea não deve ser vista como uma forma de mendigar trabalho, mas sim como uma estratégia para se dar a conhecer enquanto profissional.

Através da candidatura espontânea pode revelar a sua motivação enquanto candidato pelo trabalho e pela entidade empregadora. É uma forma pró-activa de procurar uma oportunidade profissional que mostra a confiança do candidato nas suas competências, podendo antecipar ou fazer surgir uma necessidade na potencial entidade empregadora.

Se optar por esta abordagem deve fazer um estudo prévio da empresa/instituição para adaptar a sua carta e o seu CV de acordo com as informações conseguidas!

Depois de identificar o remetente e o destinatário, deve estruturar a carta de candidatura espontânea segundo três ideias principais, fazendo corresponder a cada ideia um parágrafo:

1. Introdução – Apresentar-se e expor as razões da candidatura;

2. Desenvolvimento - Demonstrar em que medida as suas competências, qualificações e aspirações poderão tornar-se uma mais-valia para a empresa;

3. Conclusão - Manifestar disponibilidade e interesse para a prestação de provas ou entrevistas.
Nas grandes empresas deve dirigir a carta ao Director de Recursos Humanos. Nas pequenas e médias empresas, bem como nas empresas de recrutamento e selecção deve endereçar a carta ao Director. Não se esqueça de anexar sempre o CV.

> Ofertas/Anúncios de Emprego

Ao responder a um anúncio, respeite sempre o formato solicitado pelo empregador (carta, e-mail, ou outro). A carta de apresentação deve ser sempre acompanhada do Curriculum Vitae, mesmo que o anúncio não lhe faça expressamente referência.

Qualquer que seja a forma adoptada, a carta de apresentação / motivação deve ser considerada uma ferramenta de marketing pessoal. Assim, a elaboração deste documento deve cumprir algumas regras básicas, para garantir a máxima eficácia:

- Identificação pessoal (nome, morada, telefone e e-mail);

- Identificação do destinatário;

- Referência ao anúncio a que responde (nome do jornal, data de publicação, eventualmente o nº de referência do anúncio);

- Alusão à função a que se candidata;

- Exposição e enumeração das motivações inerentes à candidatura, articulando-as com o que conhece da entidade empregadora;

- Manifestação de disponibilidade para provas ou entrevistas;

- Despedida formal, data e assinatura.

Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.