dqua - procedimentos e regras de vigilâncias

Regras:

  1. O serviço de vigilâncias é parte integrante do Serviço Docente do DQ.
  2. Os docentes e investigadores estão automaticamente convocados para as vigilâncias das unidades curriculares que lecionam.
  3. Os docentes podem ser convocados para vigilâncias de outras unidades curriculares, com exceção dos Professores Catedráticos.
  4. Todas as vigilâncias serão contabilizadas. Para efeitos de contabilização a/o regente deve comunicar à Secretaria* quais os testes/frequências realizados durante o semestre (fora do horário normal de aulas) e que docentes estiveram envolvidos nas vigilâncias.
  5. Para salas com capacidade igual ou inferior a 35 alunos será associado apenas um vigilante. Para salas maiores, e com mais de 35 alunos previstos, serão associados dois vigilantes por sala.
  6. O regente da UC (ou alguém responsável por ele indicado) deve acompanhar a vigilância durante todo o período de exame.
  7. Na impossibilidade de estar presente, compete ao docente convocado para uma vigilância, garantir a sua substituição, por um docente ou investigador doutorado, com conhecimento prévio do regente da unidade curricular.
  8. As vigilâncias feitas ao sábado contam a dobrar.
  9. As provas de avaliação de Projetos do 1º ciclo (defesa de nota = 18 valores) serão contabilizadas como vigilâncias. Para o efeito os Diretores de Curso devem informar a Secretaria* sobre a composição das Comissões de Avaliação e as datas de realização das provas.
  10. As presidências de Júri de mestrado serão contabilizadas como vigilâncias.


Procedimentos para época de exames:

  1. Após a divulgação do Calendário de Exames, com comunicação da previsão do número de alunos no caso de exame de época normal e época de recurso, será definido um Mapa de Vigilâncias a divulgar aos docentes, após validação pela Comissão Executiva.
  2. Após a validação do Mapa de Vigilâncias os docentes ficarão responsáveis pelo serviço que lhes tenha sido atribuído, fazendo-se substituir (se necessário) por um docente ou investigador doutorado, sempre com o conhecimento do regente da unidade curricular.
  3. A falta de comparência a uma vigilância deve ser comunicada à Comissão Executiva pelo regente da unidade curricular.

A Comissão Executiva do DQUA

Aveiro, 16 Março de 2015

* Inês Carlos, inescarlos@ua.pt


última atualização a 17-03-2015
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.