Metodologias de Investigação em Educação › 40658

código no paco
40658
área científica
Ciências da Educação
créditos
12
escolaridade
ensino teórico-prático (TP) - 3 horas/semana
idioma(s) de lecionação
Português, Inglês
objectivos

Gerais:

  • Desenvolver conhecimentos, capacidades e atitudes de investigação que facilitem a apreciação e construção de trabalhos científicos.
  • Adquirir instrumentos conceptuais e metodológicos que permitam identificar, observar e compreender problemas com os quais se confronta a multimédia em contexto educativo, assim como apresentar e concretizar propostas de resolução adequadas, incluindo a adoção e/ou construção de instrumentos de investigação adequados.
  • Aprofundar conhecimentos sobre metodologia de investigação, obtenção, tratamento e análise de dados, bem como a escrita crítica dos resultados destas análises e suas implicações no desenvolvimento científico da área em estudo.

 

competências
  • Usar as normas APA 6 na produção de texto escrito;
  • Utilizar de forma eficaz o Endnote para produzir um banco de dados da bibliografia consultada e lida;
  • Explicar os conceitos básicos e a aplicabilidade da estatística descritiva e inferencial com apoio do SPSS;
  • Identificar a natureza dos dados, selecionar e aplicar o tratamento estatístico mais adequado à consecução dos objetivos da investigação;
  • Lidar com dados não numéricos e não estruturados em análise qualitativa;
  • Utilizar o software de análise qualitativa NVivo e WebQDA;
  • Refletir sobre o uso da ferramenta NVivo e WebQDA em diversas metodologias de investigação e conjuntamente com outras ferramentas;
  • Escrever um artigo científico em coautoria com os colegas sobre o tema escolhido.
conteúdos

Temáticas Gerais a Aprofundar:

-Paradigmas e Metodologias de Investigação.

-Estudos qualitativos e alguns planeamentos:

.Estudo de caso

.Investigação-acção

-Estudos Quatitativos e os designs mais usados na investigação em Educação.

-Ferramentas informáticas de organização, tratamento e análise de dados qualitativos e quantitativos, como destaque para o SPSS e WebQDA.

-Estudos Mistos.

avaliação

A avaliação da UC Metodologia de Investigação em Educação centrar-se-á no trabalho desenvolvido por cada grupo, cujo os produtos finais são um artigo científico acompanhado dos ficheiros Mendeley, SPSS e /ou projeto WebQDA e sua apresentação oral (50%). A componente individual centrar-se-á na escrita da parte metodológica dos projeto individuais (50%) de doutoramento (em formulário online).

requisitos

Não aplicável. 

metodologia

Partindo da reflexão sobre diferentes abordagens de investigação, importa discutir essas abordagens e refletir, tão profundamente quanto possível, acerca das suas implicações para a investigação que se pretende realizar. Por outro lado, e principalmente, proporcionar-se-ão oportunidades para tratar com diversas ferramentas tecnológicas que apoiam a investigação. Portanto, desde a revisão bibliográfica que se introduzirá o Endnote, passando pelo estudo dos conteúdos de estatística descritiva e inferencial com o apoio do SPSS e finalmente o apoio à investigação qualitativa através do NVivo e WebQDA.

 

O Endnote é um software para automatizar e gerir bases de dados de referências bibliográficas. O SPSS (statistical package for the social sciences) é o software para análise estatística mais utilizado nas ciências humanas e sociais. O NVivo e o WebQDA são software destinado à investigação qualitativa geral e proporciona inúmeras vantagens em relação à investigação sem estas ferramentas.

 

bibliografia base
Almeida, L., & Freire, T. (2008). Metodologia da investigação em psicologia da educação (5ª ed.). Braga: Psiquilibrios. Amado, J. (2009). Introdução à investigação qualitativa em educação (Relatório de Disciplina apresentado nas Provas de Agre
bibliografia recomendada

Almeida, L., & Freire, T. (2008). Metodologia da investigação em psicologia da educação (5ª ed.). Braga: Psiquilibrios.

Alves-Mazzotti, A., & Gewandsznajder, F. (1998). O Método nas Ciências Naturais e Sociais: Pesquisa Quantitativa e Qualitativa. São Paulo: Editora Pioneira.

Amado, J. (2009). Introdução à investigação qualitativa em educação (Relatório de Disciplina apresentado nas Provas de Agregação). Coimbra: Universidade de Coimbra.

Banks, M. (2009). Dados Visuais para Pesquisa Qualitativa. Porto Alegre: Artmed.

Bauer, M. W., & Gaskell, G. (2005). Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som um Manual Prático. São Paulo: Editora Vozes.

Bazeley, P. (2007). Qualitative Data Analysis with NVivo. London: SAGE Publications.

Bisquerra, R., Sarriera, J. C., & Martínez, F. (2004). Introdução à Estatística: Enfoque Informático com o Pacote Estatístico SPSS. São Paulo: Artmed.

Bogdan, R. & Biklen, S. (1994). Investigação qualitativa em educação — Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora. (Trabalho original publicado em 1991)

Cardoso, T., Alarcão, I. & Celorico, J. (2010). Revisão da literatura e sistematização do conhecimento. Porto: Porto Editora.

Carmo, H. & Ferreira; M. M. (1998). Metodologia da Investigação — Guia para auto-aprendizagem. Lisboa: Universidade Aberta.

Charmaz, K. (2000). Grounded Theory: Objectivist and Constructivist Methods. In N. K. Denzin & Y. S. Lincoln (Eds.), Handbook of Qualitative Research (pp. 509-535). London: Sage Publications.

Chih Hoong, S. (2008). Teamwork Involving Qualitative Data Analysis Software. Soc. Sci. Comput. Rev., 26(3), 350-358 (0894-4393).

Cohen, L., Manion, L., & Morrison, K. (2003). Research Methods in Education (5th ed.). London and New York: RoutledgeFalmer.

Dancey, C. P., & Reidy, J. (2004). Estatística sem Matemática para Psicologia Usando  SPSS para Windows. São Paulo: Artmed, Bookman.

Davis, N. W., & Meyer, B. B. (2009). Qualitative Data Analysis: A Procedural Comparison. Journal of Applied Sport Psychology (21), 116-124

Ercikan, K., & Roth, W.-M. (2009). What Good Is Polarizing Research Into Qualitative and Quantitative? Educational Researcher, 35(5), 14-23

Fernandes, E. M. (1999). Estatística Aplicada. Braga: Universidade do Minho.

Franco, M. L. P. B. (2008). Análise do Conteúdo. Brasília: Liber Livro Editora Ltda.

Gibbs, G. (2009). Análise de Dados Qualitativos. Porto Alegre: Artmed.

Hill, M. M., & Hill, A. (2005). Investigação por Questionário. Lisboa: Edições Sílabo.

Johnston, L. (2006). Software and Method: Reflections on Teaching and Using QSR NVivo in Doctoral Research. Int. J. Social Research Methodology, 9(5), 379-391

Kelle, U. (1998). Computer-Aided Qualitative Data Analysis: Theory, Methods and Practice. London: Sage Publications.

Lages, M. C., & Godoy, A. S. (2008). O Uso do Computador na Análise de Dados Qualitativos: Questões Emergentes. Revista de Administração Mackenzie, 9(4), 75-98.

Lessard-Hébert, M., Goyette, G. & Boutin, G. (1994). Investigação qualitativa — fundamentos e práticas. Lisboa: Instituto Piaget. (Trabalho original publicado em 1990)

Lewins, A., & Silver, C. (2007). Using Software in Qualitative Research. London: SAGE Publications.

Macedo, R. (2006). Etnopesquisa crítica e etnopesquisa-formação. Brasília: Líber Livro Editora.

Maroco, J. (2003). Análise Estatística - Com Utilização do SPSS. Lisboa: Edições Sílabo.

Martinez, L., & Ferreira, A. (2007). Análise de Dados com SPSS - Primeiros Passos. Lisboa: Escolar Editora.

Mayring, P. (2002). Introdução à pesquisa social qualitativa: Uma introdução para pensar qualitativamente (5º ed.). Weinhem: Beltz Studium.

McNiff, J. (2001). Action Research – Principles and practice. London: Routledge.

Minayo, M. C. D. S. (2004). O Desafio do Conhecimento: Pesquisa Qualitativa em Saúde (8ª ed.). São Paulo: Editora Hucitec.

Morse, J. M. (2007). Aspectos Essenciais de Metodologia de Investigação Qualitativa. Coimbra: FORMASAU.

Muijs, D. (2004). Doing Quantitative Research in Education with SPSS. London: SAGE Publications.

Newman, I., & Benz, C. R. (1998). Qualitative-Quantitative Research Methodology: Exploring the Interactive Continuum. Carbodale and Edwardsville: Southern Illinois University Press.

Pereira, A. (2004). Guia Prático de Utilização do SPSS: Análise de Dados para Ciências Sociais e Psicologia. Lisboa: Edições Sílabo.

Pérez, C. (2005). Técnicas Estadísticas con SPSS 12: Aplicaciones al Análise de Datos. Madrid: Person Prentice Hall.

Puebla, C. A. C. (2003). Análisis cualitativo asistido por computadora. Sociologias (9), 288-313.

Recio, R. & Rasco, F. (2003). Introducción a los estudios de casos. Málaga: Ediciones Aljibe.

Richards, L. (2002). Rigorous, Rapid, Reliable and Qualitative? Computing in Qualitative Method. American Journal Health Behaviour, 26(6), 425-430

Richards, L. (2006). Handling Qualitative Data. London: Sage Publications.

Richards, T. (2002). An intellectual history of NUD*IST and NVivo. International Journal Research Methodology, 5 (3), 199-214.

Serrano, G. P. (2007). Investigación cualitativa. Retos e interrogantes (4ª ed.). Madrid: Editorial La Muralla.

Stake, R. E. (2009). A arte da investigação com Estudos de Caso (2ª ed.). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Strauss, A., & Corbin, J. (1994). Grounded Theory Methodology: An Overview. In N. K. Denzin & Y. S. Lincoln (Eds.), Handbook of Qualitative Research (pp. 273-286). London: Sage Publications.

 

Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.