Metodologias de Projecto e Investigação › 47684

código no paco
47684
área científica
Ciências e Tecnologias da Comunicação
créditos
6
escolaridade
ensino teórico (T) - 1 hora/semana
ensino teórico-prático (TP) - 2 horas/semana
idioma(s) de lecionação
Português
objectivos

 1.      Fornecer conceitos, metodologias e instrumentos de planeamento, pesquisa e intervenção na área do projecto e investigação em ciências sociais.

2.      Compreender as potencialidades e limitações das diferentes metodologias de pesquisa em ciências sociais.

3.      Desenvolver um sentido crítico face às leituras e fontes de informação consultadas.

4.      Desenvolver a capacidade de expressão escrita e oral dos estudantes.

5.   Dotar os estudantes de conhecimentos teóricos e, fundamentalmente práticos, orientadores do seu futuro desempenho, noutras componentes das disciplinas do mestrado e em futuros contextos de intervenção.

competências

Objetivos:

1.     Fornecer conceitos, metodologias e instrumentos de planeamento, pesquisa e intervenção na área da investigação em ciências e tecnologias da comunicação.

2.     Compreender as potencialidades e limitações das diferentes metodologias de pesquisa em ciências e tecnologias da comunicação.

3.     Dotar os estudantes de conhecimentos teóricos e, fundamentalmentepráticos, orientadores do seu futuro desempenho, noutras componentes das unidades curriculares do mestrado e em futuros contextos de intervenção.

No final da disciplina o estudante deve ser capaz de:

 

  1. Definir questões de investigação obedecendo aos seguintes critérios: clareza, exequibilidade e pertinência;
  2. Identificar fontes de informação de qualidade para a investigação e efetuar uma revisão crítica da literatura;
  3. Enquadrar a pergunta de investigação na problemática teórica;
  4. Construir o modelo de análise da pergunta de investigação;
  5. Estabelecer a metodologia de recolha de dados;
  6. Definir a população e a amostra do estudo;
  7. Elaborar o instrumento de recolha de dados;
  8. Analisar a informação recolhida;
  9. Retirar conclusões do trabalho de investigação.
conteúdos

1. Etapas da investigação

A questão de investigação

A exploração

Pesquisa documental, revisão de literatura e entrevistas exploratórias

A problemática

O modelo de análise

A observação

Amostra e população

Qualidades de uma amostra e tipos de amostra

Técnicas de recolha de dados: observação, entrevistas, questionário, focus groups

A análise das informações recolhidas

Objetivos da análise das informações

Discussão e conclusões

 

2. Comunicar a investigação

Estrutura e elaboração do relatório de investigação

Citações e referências bibliográficas

Referências bibliográficas: Estilos definidos a nível nacional e internacional

 

Apresentação e defesa oral do trabalho desenvolvido

Estruturação da apresentação oral

Desenvolvimento de elementos de apoio à apresentação oral

Estrutura do discurso

Comunicação verbal e não verbal

 

Escrita de um artigo científico

 

3. Ética na investigação

1. Princípios da ética na investigação

2. Plágio

avaliação

A avaliação da disciplina é do tipo contínua e compreende duas componentes distintas: uma de natureza teórica, com um peso relativo de 40%, e uma de natureza teórico-prática, com um peso relativo de 60%, cada uma delas com uma nota mínima fixada em 8,0  valores. 

 

requisitos

Não são necessários requisitos.

metodologia

A disciplina está dividida em duas componentes, uma de natureza teórica e outra de natureza teórico-prática.
Nas aulas teóricas, predominantemente expositivas, estimula-se a aprendizagem dos conceitos teóricos de base.
As aulas teórico-práticas, predominantemente demonstrativas e exploratórias, implicam a realização de um trabalho em grupo, no qual se procede à operacionalização dos conceitos teóricos mediante o planeamento de um trabalho de investigacão.

bibliografia base
QUIVY, Raymond (2003). Manual de Investigac¸a~o em Cie^ncias Sociais. 3a Ed. Trad. Lisboa: Gradiva. FREIXO, Manuel (2010). Metodologia Cienti´fica: Fundamentos, Me´todos e Te´cnicas. 2a ed. Lisboa: Instituto Piaget. CARMO, Hermano, FERREIRA, Manuela (1998). Metodologia da Investigac¸a~o: Guia para Auto-Aprendizagem. 1a Ed. Lisboa: Universidade Aberta.
bibliografia recomendada

Coutinho, C. (2011). Metodologia de Investigação em Ciências Sociais e Humanas: Teoria e Prática. 1ª ed. Coimbra: Almedina.

Flick, U. (2005). Métodos Qualitativos na Investigação Científica. 1ª ed. Lisboa: Monitor.

Freixo, M. (2010). Metodologia Científica: Fundamentos, Métodos e Técnicas. 2ª ed. Lisboa: Instituto Piaget.

Pardal, L., Correia, E. (2011). Métodos e Técnicas de Investigação Social. Porto: Areal Editores.

Phellas, C., Bloch, A., Seale, C. (2012). Structured Methods: Interviews, Questionnaires and Observation. In: Researching Society and Culture. SAGE Publications Ltd. Disponível em: http://www.sagepub.com/upm-data/47370_Seale_Chapter_11.pdf [Consultado a: 11-10-2014]

Pocinho, M. (2012). Metodologia de Investigação e Comunicação do Conhecimento Científico. 1ª ed. Lisboa: Lidel.

Quivy, R., Campenhoudt, L. (2013). Manual de Investigação em Ciências Sociais. 6ª ed. Lisboa: Gradiva.

Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.