Fogos Florestais

Devido ao aumento da frequência e intensidade, assim como da magnitude dos efeitos no ambiente, saúde, economia, segurança e património, os fogos florestais têm assumido uma preocupação e interesse ao nível dos orgãos decisores, bombeiros, investigadores e população em geral.

O GEMAC iniciou a sua investigação nesta temática em 1991, tendo participado desde então em 7 projectos internacionais e 6 de âmbito nacional. Os principais tópicos de análise são os seguintes:

 

  • estimativa numérica e medição (no campo e em laboratório) das emissões de fumo,

  • simulação numérica do transporte, dispersão e reacção da pluma de fumo numa abordagem de meso/micro escala e seus efeitos na qualidade do ar e condições de visibilidade,

  • medição, no decurso de trabalho de campo, da qualidade do ar durante fogos experimentais e reais,

  • análise do efeito da inalação de fumo na saúde de bombeiros,

  • análise do risco meteorológico de incêndio, emissões de poluentes atmosféricos e qualidade do ar em clima futuro,

  • simulação numérica da larga aérea de agentes supressores e retardantes do fogo.

 

Os fogos florestais são intrinsecamente um processo multi-dimensional e multi-abrangente que, consequentemente, requerem uma análise do tipo integrada. Com este objectivo, o GEMAC tem estabelecido várias colaborações ao nível nacional e internacional, nomeadamente com as seguintes instituições: Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI) da Universidade de Coimbra (UC), Faculdade de Medicina da UC, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), Pacific Wildland Fire Sciences Laboratory (Pacific Northwest Research Station) dos Serviços Florestais dos EUA (USDA-FS) (Seattle, EUA), San Dimas Technology & Development Center (San Dimas, EUA) dos USDA-FS, Missoula Technology and Development Center (Missoula, EUA) dos USDA-FS, Dept. of Air Quality and Climate do TNO Built Environment and Geosciences (Utrecht, Holanda) e com a Universidade Estadual Paulista (UNESP) do Brasil.


 

Queima experimental Gestosa 2010

 

 

O Gemac representado por Pedro Cascão na queima experimental na floresta Amazónica em Setembro de 2010 no Acre 

 

Membros do Gemac envolvidos: Ana Isabel Miranda, Jorge Amorim, Joana Valente, Elisa Sá

última atualização a 15-04-2014
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.