MEGAN

Nome do modelo

MEGAN

Nome completo

Modelo de emissões de gases e aerossóis da natureza

Campo de aplicação

O Megan é um modelo para a estimativa de emissões biogénicas.

Descrição do modelo

O modelo MEGAN (Model of Emissions of Gases and Aerosols from Nature) tem sido usado pelo GEMAC para a estimativa das emissões biogénicas em Portugal, uma das entradas importantes para os modelos de qualidade do ar à escala regional. O MEGAN é também usado para análise de sensibilidade aos parâmetros necessários ao cálculo das emissões biogénicas.

O MEGAN estima a taxa de emissão de isopreno e outros gases e aerossóis de ecossistemas terrestres para a atmosfera (acima do altura de canópia), num dado local e para um determinado período de tempo [Guenther et al., 2006].

Estrutura de dados de entrada e saída do modelo MEGAN

 

 

O MEGAN necessita de dois tipos de dados de entrada:

1) Dados de cobertura do solo – media mensal do Índice de Área Foliar (LAI), Tipo de vegetação (PFT), e factores de emissão (EF) em condições standard. Estas variáveis são agregadas espacialmente para cada célula do domínio de estudo. São necessários valores de LAI para o mês de simulação e para o mês precedente. As bases de dados de LAI permitem estimar a resposta das emissões a variações temporais da idade da folha e de LAI. Por defeito, o MEGAN considera 4 PFTs – florestas de folhosas, florestas de coníferas, vegetação arbustiva e herbáceas (incluindo pastagens e culturas agrícolas). Os factores de emissão podem ser considerados como função dos PFTs ou serem EF pre-definidos para cada local com base no(s) PFT(s) presente nesse local.

2) Dados meteorológicos - são necessários dados de temperatura e radiação solar para estimar a resposta das emissões a variações de temperatura e luminosidade. Estes parâmetros meteorológicos podem ser obtidos a partir da simulação meteorológica para domínio de estudo, mediante a utilização do processador MCIP (Meteorology-Chemistry Interface Processor). Este programa processa as saídas dos modelos meteorológicos de mesoscala WRF (Weather Research & Forecasting Model) e MM5 (Mesoscale Model 5).

Referências

Guenther, A., Karl, T., Harley, P., Wiedinmyer, C., Palmer, P. I., and Geron, C.: Estimates of global terrestrial isoprene emissions using MEGAN (Model of Emissions of Gases and Aerosols from Nature), Atmos. Chem. Phys. Discuss., 6, 107–173, 2006, http://www.atmos-chem-phys-discuss.net/6/107/2006/.

última atualização a 15-04-2014
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.