qualidade do ar em espaços interiores

Com a publicação da legislação referente ao desempenho energético dos edifícios, a temática da qualidade do ar interior passou a estar consagrada na legislação nacional.

A relevância do controlo e avaliação da qualidade do ar interior em edifícios resulta do facto, de hoje em dia, as pessoas passarem cada vez mais tempo dentro de edifícios (habitação, emprego, serviços, lazer) ficando desta forma expostas à ação de poluentes, relacionados com os materiais usados na construção e manutenção, com os sistemas AVAC, com os ocupantes e com a qualidade do ar exterior

O IDAD apresenta neste contexto, equipamento que possibilita a caracterização da qualidade do ar, levando à identificação de fontes poluidoras e pontos críticos. Adicionalmente, para a previsão e simulação da qualidade do ar interior, o IDAD utiliza o programa CONTAM - Multizone Airflow and Contaminant Transport Analysis Software, permitindo a modelação do ar interior.

Exemplo de parâmetros avaliados:
  • Partículas em suspensão (PM10, PM2.5), dióxido de carbono, monóxido de carbono, compostos orgânicos voláteis, ozono, dióxido de azoto, formaldeído, bactérias, fungos, Legionella, temperatura, humidade relativa, velocidade do ar, caudais de ar, taxa de renovação
Exemplo de espaços avaliados:
  • Edifícios de comércio e serviços, hospitais, escolas, habitações, museus, espaços industriais.



última atualização a 22-05-2015
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.