documentos necessários

Concurso especial para acesso e ingresso de estudantes internacionais / Licenciatura e Mestrados Integrados

2019 - 2020

A documentação para o ano 2019 - 2020 será disponibilizada brevemente.

Como referência, pode consultar a informação relativa ao ano letivo 2018-2019, em que o processo de candidatura foi instruído com os seguintes documentos:

  1. Formulário de candidatura

  2. Cópia do documento de identificação pessoal ou passaporte, do qual conste expressamente a nacionalidade do/a candidato/a; CPF (para o caso de candidatos brasileiros);
  3. Cópia dos diplomas/certificados de ensino/formação, designadamente da qualificação que dá acesso ao ensino superior no país de origem e do ensino secundário português ou habilitação equivalente, traduzidos para língua portuguesa ou inglesa;
  4. Documento comprovativo da detenção dos pré-requisitos que tenham sido fixados pela UA para o ciclo de estudos em causa;
  5. Documento comprovativo da competência linguística, de nível B1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas, do Conselho da Europa, emitido por qualquer organismo idóneo (não aplicável a candidatos cuja língua materna é o português).
  6. Documento comprovativo da residência à data da candidatura emitido por autoridade competente (no caso de residir em Portugal, deve comprovar que não reside há mais de dois anos nos termos do nº 2 do art.3º do Decreto-Lei nº 36/2014);
Do formulário mencionado, constam necessariamente os seguintes elementos:
 
  • Identificação pessoal do candidato, incluindo a sua situação atual relativa à residência (os candidatos que, não sendo nacionais de um Estado membro da União Europeia, residam legalmente em Portugal há mais de dois anos não podem efetuar candidatura por este regime);
  • Habilitações académicas;
  • Nacionalidade ou nacionalidades, neste último caso quando se trate de plurinacionalidade.

Em cada ano os candidatos só podem candidatar-se a um máximo de três cursos, os quais devem ser indicados por ordem de preferência.
última atualização a 21-11-2018

 


Os documentos devem ser submetidos na plataforma de candidatura, devendo os candidatos colocados entregar, no início do ano letivo (em setembro) no curso de colocação, a documentação exigida em formato original e devidamente autenticada por agente consular.

Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.