EMPRÉSTIMO

O utilizador, respeitando os procedimentos adequados, tem acesso à leitura domiciliária de acordo com o estatuto de cada uma das espécies.

O sistema informático da Biblioteca e/ou os Serviços asseguram informação das obras em leitura domiciliária.

 

Fundos bibliográficos e respetivo estatuto

 1. Diversidade de fundos

Os fundos bibliográficos têm um estatuto diversificado que assenta no seu carácter específico. Podemos distinguir os seguintes:

> Obras de referência
 – Enciclopédias, Dicionários, Atlas, etc. – destinadas a permanecerem sempre acessíveis na Biblioteca ou, por razões atendíveis, em gabinetes especializados;

> Bibliografia geral, constituída por fundos acessíveis sem restrições especiais;

> Fundos especiais, obras que apenas podem ser consultados na biblioteca;

> Audiovisuais - CD-ROM, DVD, cassetes áudio e vídeo, disquetes, etc. - peças autónomas ou integradas em outras publicações, estão sempre disponíveis para serem utilizadas de acordo com as suas especificidades;

> Publicações periódicas – revistas, jornais, etc. - cuja disponibilidade para leitura domiciliária não abrange o último número entrado na biblioteca.

2. Caracterização dos utilizadores e estatuto dos fundos

Os utilizadores aparecem caracterizados de acordo com as suas responsabilidades e grau de integração nas tarefas escolares, condição que se reflete no número máximo de unidades que podem requisitar simultaneamente para leitura domiciliária.


Estatutos das obras

Caraterização

Interdito

Obras que pela sua natureza específica estão indisponíveis para leitura domiciliária

Condicionado

Obras com elevado grau de utilização, entre os quais a bibliografia recomendada pelos docentes (as obras estão assinaladas com a cor vermelha)

Regular

Obras com um elevado grau de disponibilidade para leitura domiciliária


Os antigos alunos que queiram continuar a usufruir dos serviços e recursos das bibliotecas da UA, devem consultar a  rede alumni - portal do antigo aluno.

Incumprimento das normas regulamentares

A não devolução ou falta de renovação de uma publicação dentro dos prazos fixados no regulamento das bibliotecas da UA implica:

  • o pagamento de 0,50 € por publicação e por cada dia de atraso;
  • a suspensão do direito de requisição de publicações enquanto se verificar o atraso. A requisição de publicações só será permitida após a regularização da dívida.

última atualização a 02-05-2017
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.