Fórum Internacional do Património Arquitéctonico Portugal/Brasil


O Fórum Internacional do Património Arquitetónico Portugal/Brasil encontra-se na 2ªEdição correspondendo ao estreitamento de laços de cooperação internacional entre os 2 países, cuja primeira edição ocorreu em Outubro de 2014 em Campinas, São Paulo com a organização principal do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) - Núcleo de Campinas.


Este Fórum que irá decorrer nos dias 1 e 2 de Junho de 2015 na Universidade de Aveiro é uma organização conjunta entre a Universidade de Aveiro (DECivil), a APRUPP e o IAB Campinas cuja Cooperação Internacional foi firmada durante 2014.


O Fórum é uma oportunidade de debate bilateral dirigido aos técnicos, comunidade científica, empresas, agentes culturais, Câmaras Municipais, instituições ligadas à preservação e manutenção do Património e a todos os interessados por este tema. Os dois dias do Fórum terão momentos de debate para uma participação mais alargada. O primeiro dia será pautado pela intervenção das entidades responsáveis e promotoras das ações de dinamização, financiamento e regularização das intervenções no património. O segundo dia pela apresentação de casos, como exercícios de boas práticas e reflexões de natureza técnica.


O Fórum pretende divulgar e debater o trabalho que tem sido desenvolvido nos 2 países em torno do Património edificado, a sua manutenção, reabilitação e dinamização como processo de criação de valor. Terá como objetivo principal a partilha de saberes e experiências ao nível técnico, científico e cultural que permitirá consolidar ações conjuntas, parcerias e, ainda, o debate em torno das políticas culturais relativas à gestão do Património, com especial enfoque na ligação entre Portugal e o Brasil e o seu  legado comum.


Inscreva aqui!


A Comissão Organizadora


Fotografia do 1º Fórum Internacional do Património Arquitetónico Portugal / Brasil em Campinas organizado pelo IAB-Campinas

Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.