40 anos da UA
 

Ser estudante é Viver Aveiro, Cidade dos Estudantes

Em boa hora, no contexto decorrente dos 35 anos da Associação Académica da Universidade de Aveiro e dos 40 anos da Universidade, existe campo favorável a dar um passo de firme consolidação em considerar Aveiro como recriada cidade dos estudantes.

A Universidade vem constituindo a fisionomia da cidade e hoje da região aveirense; a academia da cidade da beira-mar vem sabendo através das imensas redes de parceria geradas abrir-se com atualidade e inovação ao mundo contemporâneo da investigação científica e tecnológica; a Associação Académica, de “corpo e alma” representante dos seus estudantes, deseja colocar Aveiro no mapa como novo roteiro a conhecer e viver academicamente.

Já de há longos anos que as nossas magníficas tunas universitárias cantam Aveiro como cidade dos estudantes, representando a arte o desígnio do futuro em construção. O grito “Aveiro é nosso” ecoa há mais tempo esse gosto, desde já como estudantes, de pertença à cidade da ria. A Universidade tem crescido grandemente na estratégia de cooperação com a região. A Associação Académica, em projeto que inscreve o nome de Aveiro, de há algum tempo a esta parte, tem procurado fortalecer os laços entre a academia e a cidade, em todos os domínios.

Consideram-se, assim, criadas as condições para um novo e estimulante impulso naquilo que diz respeito à relação entre os estudantes e sua cidade de vivências e convivências, devendo a cidade por todos os motivos reconhecer e apreciar mais e melhor os seus estudantes. Contudo, esta feliz realidade faz decorrer para todos e também para os estudantes a correspondente responsabilidade onde, apesar de nos perguntarmos retoricamente sobre “o que seria Aveiro sem os estudantes universitários?”, este facto-resposta não poderá derivar em posturas menos cívicas e menos valorativas.

A relação dos estudantes com as cidades, de norte a sul, é sempre um processo inacabado e uma realidade em construção, nunca se podendo generalizar qualquer situação menos boa e merecendo sempre esta relação um grande investimento institucional aos variados níveis, cada um mediante a sua competência própria, em ordem a criar e aperfeiçoar as melhores condições para um acolhimento e integração de sucesso, para todos.

Aveiro, cidade dos estudantestransporta-nos para uma nova dimensão de maturidade plural de todas as partes: da parte da cidade, que ama os seus estudantes que fazem parte da vivência diária e das lideranças que sabem reconhecer essa presença vital da comunidade estudantil; da parte dos estudantes que, dia e noite, sabem ser exemplos de cidadania e têm consciência da responsabilidade que transportam na cidade ao serem estudantes da Universidade de Aveiro.


Não será por acaso que o mesmo decisivo “sal” que garante o tempero e está inscrito na cultura local aveirenses, constitui fonte de enraizamento no gosto de pertença dos estudantes a Aveiro, terras e gentes com histórias apaixonantes na relação com a Ria, o mar, as comunidades, os valores e princípios, o futuro, a coragem em abrir novos rumos, a democracia.

A força das lideranças no espírito de equipa têm conduzindo quatro décadas da academia aveirense e 35 da sua associação de estudantes, numa relação continuamente frutuosa com a comunidade local, que simultaneamente aprecia, reconhece e exige, como que no apelo ao querer sempre civicamente mais e melhor.

Se a Universidade respira modernidade e a comunidade local alia tradição e inovação, estará encontrada a fórmula para – com todas as lideranças a corresponder –, quer as gentes aveirenses quer os estudantes da academia, todos compreendermos que fazemos parte do mesmo projeto e percurso e que remar o barco no mesmo rumo é garantia de chegada a bom porto, para todas a partes! Todas as estruturas e infraestruturas cooperantes partem desta ideia e convicção de que todos somos efetivamente membros da mesma comunidade. As ações serão reflexo do ser. 

Aveiro é Nosso, Aveiro, cidade dos estudantes!
última atualização a 12-03-2014
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.