Áreas



No domínio residencial, atualmente é clara a necessidade de desenvolver soluções que conjuguem, de forma sustentável, a maximização dos níveis de conforto e eficiência energética com a minimização do impacto ambiental, permitindo explorar da melhor forma as energias renováveis.

Na atualidade, os equipamentos domésticos apresentam, ainda, limitações significativas que os tornam parte integrante dos problemas de sustentabilidade das habitações. Este facto pode ser compreendido no sentido em que, em grande parte dos casos, a sua conceção apenas tem em conta a otimização da sua função de uma forma individual, não contemplando, por exemplo, sinergias potenciais com outros aparelhos. Estas sinergias serão fundamentais para um desenvolvimento integrado, com o propósito de melhorar a facilidade de utilização, promover os benefícios de operação dos equipamentos, e sincronizar e complementar as diversas funções.

Pretende-se tirar partido dos desenvolvimentos contínuos verificados na ciência dos materiais, da energia, do ambiente e das TICE, em conjugação com estratégias inovadoras de integração de tecnologias, controlo de processo e automação nos produtos a desenvolver.





O Projeto Smart Green Homes desenvolve-se assim em torno de quatro áreas de atuação - a Energia, o Ambiente, os Materiais e as Tecnologias de Informação, Comunicação e Eletrónica.
última atualização a 21-05-2018
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.