LD4 - Tratamento de água

No âmbito dos sistemas de tratamento de água inclui-se essencialmente o softening/desmineralização e a purificação de águas em âmbito residencial. No caso específico do softening, é importante referir que existem já algumas soluções no mercado, nomeadamente equipamentos que baseados resinas capazes de permutar os iões responsáveis pelo calcário por outros menos nocivos para os equipamentos e tubagens. No entanto, esta tecnologia apresenta desvantagens, de entre as quais se destaca a descarga de soluções concentradas de sais para o meio ambiente, inerente à frequente utilização de sal na regeneração destas resinas, comportando assim um impacto ambiental bastante negativo. Por outro lado, soluções de softening e purificação utilizando membranas acarretam um elevadíssimo desperdício de água (p. ex. os sistemas de osmose inversa mais avançados atualmente ainda desperdiçam 30-40% da água que tratam), e os consumos energéticos podem tornar-se bastante significativos.

Outra questão importante prende-se com a fiabilidade da qualidade da água tratada, dado que os atuais equipamentos apenas indicam a necessidade de realizar regeneração ou substituição de componentes, não permitindo garantir ao utilizador a qualidade da água consumida. Deste modo, mostra-se pertinente o desenvolvimento de soluções de tratamento de água com menor impacto ambiental, e que simultaneamente permitam uma monitorização contínua e controlada dos seus parâmetros de qualidade, de forma a satisfazer as necessidades/requisitos dos consumidores e maximizar sua experiência de utilização e bem-estar. Para além do desenvolvimento de um sistema de softening e /ou purificação, aplicando a tecnologia de desionização capacitiva (CDI) para ponto de entada de água residencial, prevê ainda o desenvolvimento de novos filtros de duas camadas, compactos e costumizáveis, que permitam remover simultaneamente minerais e poluentes orgânicos persistentes, tais como fármacos e pesticidas, que tem vindo a ser identificados em água de abastecimento público. Estes filtros serão para aplicação à entrada dos equipamentos de aquecimento de água que se pretendem desenvolver, bem como de outros eletrodomésticos tipicamente presentes nas residências, de modo a elevar os padrões de qualidade de água para uso doméstico.


última atualização a 21-05-2018
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.