hoje é capa no jornal online

Estudo coordenado pela UA identifica zonas marinhas de elevada importância para biodiversidade em Portugal
Estudo coordenado pela UA identifica zonas marinhas de elevada importância para biodiversidade em Portugal Um estudo coordenado pela Universidade de Aveiro (UA) confirma existência de áreas de importante valor ecológico ao longo da plataforma continental portuguesa já descritas e protegidas na rede Natura 2000, mas destacam o valor de outras, hoje, sem estatuto de proteção, principalmente, na região sul. mais ›
Sempre à procura de novas abordagens no ensino para uma aprendizagem mais eficaz
Sempre à procura de novas abordagens no ensino para uma aprendizagem mais eficaz Escrever um livro de referência na sua área de investigação, a Análise Funcional, mais especificamente Espaços de Funções, com uma componente de formação, é um desejo a longo prazo mas que vai perseguindo sempre que o dia a dia o permite. Para António Caetano, professor do Departamento de Matemática da Universidade de Aveiro, há um outro objetivo que o move e o obriga a despender algum tempo: implementar novas abordagens ao ensino para tornar a aprendizagem mais eficaz. mais ›
“Acredito que tenhamos conseguido criar condições para que a Academia Aveirense continue o seu caminho pela inovação e excelência”
“Acredito que tenhamos conseguido criar condições para que a Academia Aveirense continue o seu caminho pela inovação e excelência” A poucos dias das comemorações do 40º aniversário da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv), o atual presidente da direção e estudante de Administração Pública, Xavier Vieira, revela algumas das iniciativas programadas para assinalar a data e destaca alguns dos marcos da ação desenvolvida pela sua equipa no último ano e meio, reconhecendo que esta experiência mudou totalmente a interação que tem com o que o rodeia. mais ›
Sinais de rádio emitidos do espaço (afinal!) poderão não ser de extraterrestres
Sinais de rádio emitidos do espaço (afinal!) poderão não ser de extraterrestres São conhecidos entre os astrónomos por Impulsos Rápidos de Rádio. Com origem nas maiores explosões luminosas do espaço profundo e detetados na Terra sob a forma de curtíssimos sinais de rádio, da natureza dos impulsos se tem dito de tudo um pouco, desde que são emitidos por seres alienígenas até que são gerados por estrelas de neutrões. Mas o mistério poderá estar desfeito. João Rosa, físico da Universidade de Aveiro, aponta que, afinal, os sinais poderão ser gerados pela própria matéria escura sob a forma de axiões e buracos negros tão antigos como o próprio Universo. mais ›
Um sonho profissional nas Arábias
Um sonho profissional nas Arábias Ricardo Vieira de Sousa está desde 2014 em Abu Dhabi, capital e um dos territórios dos Emirados Árabes Unidos. Licenciado em Engenharia do Ambiente pela UA, é um dos pontas de lança daquele emirado para a gestão dos resíduos. Depois de ter tido em mãos a gestão e manutenção do aterro sanitário de Abu Dhabi, Ricardo Vieira de Sousa, aos 38 anos, é hoje um dos especialistas ambientais do Centro de Gestão de Resíduos do Governo daquela zona do mundo. mais ›
Geopolítica e futebol: a Rússia, o Mundial e o soft power
Geopolítica e futebol: a Rússia, o Mundial e o soft power Rússia e a Arábia Saudita deram início à 21ª edição do Campeonato do Mundo FIFA. Dentro de campo, os russos golearam os sauditas por 5x0, naquela que é a segunda maior goleada em um jogo inaugural de Mundial (atrás apenas do Itália 7x1 EUA, em 1934). Porém, o momento mais icónico da partida de abertura não ocorreu dentro de campo. Isso, porque está a correr o mundo a imagem do aperto de mãos entre o presidente russo Vladimir Putin e o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, com o presidente da FIFA Gianni Infantino ao centro. Este texto enquadra o seminário “Sport in a Mobile World: Identity, Culture and Politics”, a 21 e 22 de junho, na UA. mais ›
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.