conceito

O conceito PassivHaus (em alemão) é desenvolvido na Alemanha no final dos anos 80, com base num projeto piloto em Darmstadt, naquele mesmo país. Em 1996 é fundado o Passive House Institute através do Dr. Wolfgang Feist, e é, hoje em dia, o organismo que gere toda a atividade de investigação e certificação de edifícios construídos segundo este conceito.


O conceito de Casa Passiva (Passive House) define-se pela construção baseada em estratégias passivas, que resulta no baixo consumo de energia, garantindo um elevado conforto térmico dos espaços interiores através de um "pulmão" que estabelece um caudal de ar mínimo constante, necessário para manter a qualidade e salubridade do ar interior.


O conceito de Casa Passiva define assim um padrão construtivo internacional que resulta em edifícios de elevada eficiência energética, elevado conforto térmico interior, sustentáveis e económicamente competitivos. Este método construtivo resulta da otimização do exercício da engenharia e arquitetura, articulados, utilizando os recursos disponíveis da forma mais inteligente possível para conseguir tirar o melhor proveito dos mesmos.


A construção segundo o conceito de Casa Passiva assenta inicialmente em cinco princípios fundamentais:

  • Bom nível de isolamento térmico da envolvente opaca;

  • Minimização das pontes térmicas;

  • Estanquidade ao ar;

  • Ventilação mecânica com recuperação de calor;

  • Envidraçados eficientes.


Deste modo de construir e reabilitar resultam cinco consequências favoráveis:

  • Excelente qualidade do ar interior;

  • Conforto térmico sem diferenciais de estratificação em altura ou junto de elementos sensíveis (envidraçados e pontes térmicas);

  • Reduzido consumo energético (que se traduz em poupança na fatura elétrica);

  • Ausência de anomalias de origem térmico-higrotérmica;

  • Durabilidade e qualidade da construção.


Aos cinco princípios definidos na sua génese, junta-se ainda o exercício de conceção bioclimática, princípio este que, juntamente com os restantes, devolve aos profissionais de engenharia e arquitetura a arte de planear, conceber, pormenorizar e detalhar.





O conceito de Casa Passiva não se limita a um sistema construtivo, a determinados materiais, a uma tipologia de edifícios ou a determinada região climática. Exemplos de edifícios certificados são apresentados em Passive House Database. Atualmente, existem em todo o mundo aproximadamente 60000 edifícios construídos segundo este conceito.


A construção segundo o conceito de Casa Passiva é uma das soluções para o cumprimento das exigências da Diretiva Europeia 2010/31/EU que estabelece a ambiciosa meta dos edifícios de necessidades quase nulas de energia (Near Zero Energy Buildings) para 2020.

última atualização a 05-02-2019
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.