45 anos da UA
 

Referências Bibliográficas

Sistematização da produção científica, que incide sobre a Liderança em organizações escolares Portuguesas, produzida de 2000 até 2013

A

Afonso, Natércio (2000). Autonomia, avaliação e gestão estratégica das escolas públicas. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 201-216). Portugal: Universidade de Aveiro.

Almeida, F. M. P. (2011). A liderança do director e a indisciplina dos alunos: um estudo de caso. (Dissertação de mestrado, Departamento de Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10773/9394

Almeida, L. S., Gomes, C. A., Ribeiro, I. S., Dantas, J., Sampaio, M., Alves, M.,… Santos, F. (2005). Sucesso e insucesso no ensino básico : relevância de variáveis sócio-familiares e escolares em alunos do 5º ano. In B. D. Silva & A. S. Leandro S. (coord.), Atas do XIII Congresso Galaico-Português de Psicopedagogia [CD-ROM] (pp. 3629-3642). Braga, Portugal: Centro de Investigação em Educação do Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho. http://hdl.handle.net/1822/4206

Alves, M. F. M. (2006). Lógicas de comunicação do conselho executivo num agrupamento de escolas. (Dissertação de mestrado, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2007001382

Alves, M. P. (2002). Autonomia curricular: a face oculta da (re)centralização? In A. F. Moreira, et al. (Org.), Currículo e produção de identidades: Atas do 5º Colóquio sobre Questões Curriculares (pp. 161-166). Braga, Portugal: Centro de Investigação em Educação do Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho. Disponível em http://hdl.handle.net/1822/485

Andrade, M. (2003). Formação de liderança e pedagogia da alternância: um estudo do itinerário de três jovens reconhecidos como líderes (Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/388

Andrade, S. P. (2008). Liderança transformacional nas escolas: eleição versus nomeação (Dissertação de mestrado não publicada). Faculdade de Educação e Psicologia, Universidade Católica Portuguesa, Porto.

Antunes, A. T. (2006). O papel da liderança em prol de uma cultura escolar de excelência: Estudo de caso. Adelino Antunes. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Porto.

Antunes, F. (2009). Facetas da democratização: uma escola exigente. Educação em Revista, 25, 73-106. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-46982009000200004

Azevedo, N. A. P. R. (2004). Atmosfera moral da escola: condições para a promoção do desenvolvimento ético (Tese de doutoramento, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/386

B

Baptista, M. E. T. (2007). A auto-avaliação: estratégia de organização escolar: rumo a uma identidade: estudo num agrupamento de escolas do Concelho de Sintra (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/679

Barreto, Â. T. D. V. (2009).  Liderança transformacional na escola: Estudo de caso sobre o Presidente de um agrupamento (Dissertação de mestrado, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2009001318

Barriga, H. C. P. (2008). Dinâmicas de cidadania intercultural num departamento curricular: coordenação e liderança. (Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa). Disponível em: http://hdl.handle.net/10451/1296

Barroso, J. (2000). Autonomia das escolas: da modernização da gestão ao aprofundamento da democracia. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 165-183). Portugal: Universidade de Aveiro.

Barroso, J. (2002).  A investigação e a formação em administração educacional. Reflexões sobre a situação Portuguesa. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 23-32). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Barroso, J. (2002). Reitores, presidentes e directores: evolução e paradoxos de uma função. Revista Portuguesa de Administração Educacional, 2, 91-107.

Barroso, J. (2011). Direcção de escolas e regulação das políticas: em busca do unicórnio. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 11-22). Portugal: Universidade de Aveiro.

Batista, B. C. V. V. (2006). A liderança feminina nos cargos de gestão escolar : um estudo sobre as percepções dos professores. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Porto.

Batista, B., & Costa, J. A. (2007). Lideranças transformacional, transaccional, laissez-faire e resultados da liderança: um estudo sobre a liderança feminina nos cargos de gestão escolar. In A. P. Pedro, A. Martins, & C. Fernandes (Orgs.), Atas do Congresso Educação e Democracia - Representações sociais, práticas educativas e cidadania [CD-ROM] (pp. 567 – 577). Portugal: Universidade de Aveiro.

Benedito, N. D. S. (2008). Centralização de sistemas educativos e autonomia dos actores organizacionais: processos colectivos de interpretação das orientações centrais (Tese de doutoramento, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/7716

Benedito, N., & Keating, J. (2002). Centralização e autonomia: O caso do Ministério da Educação. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 308-318). Braga, Portugal: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Bento, A. V. (2008). Os estilos de liderança dos líderes escolares da Região Autónoma da Madeira.. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Org.). Atas do V Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar - Trabalho Docente e Organizações Educativas [CD-ROM] (pp.145-157). Portugal: Universidade de Aveiro. http://hdl.handle.net/10400.13/55

Bento, A. V., & Ribeiro, M. I. (2009). Análise das práticas e dos comportamentos de liderança dos alunos da Universidade da Madeira. In F. Paixão & F. Jorge (Coord.), Educação e Formação: Ciência, Cultura e Cidadania. Atas do XIII Encontro Nacional de Educação em Ciências [CD-ROM] (pp. 308-319). Portugal: Escola Superior de Educação, Instituto Politécnico de Castelo Branco. http://hdl.handle.net/10198/1236

Bento, A. V., & Ribeiro, M. I. (2009). The competences of leadership of senior students in Portugal. In Conference of the Mediterranean Society of Comparative Education. 4. Rabat, Marrocos: Mediterranean Society of Comparative Education. Disponível em http://hdl.handle.net/10198/1235

Bento, A., Ribeiro, M., & Teles, C. (2011). Estilos de liderança nas organizações escolares do 1º Ciclo da Região Autónoma da Madeira. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 319-332). Portugal: Universidade de Aveiro.

Bernardo, S. M. M. (2011). Liderança e cultura nas escolas públicas Portuguesas (Dissertação de mestrado em administração pública, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Ténica de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.5/3804

Bexiga, F. L. M. (2009). Lideranças nas organizações escolares: estudos de caso sobre o desempenho dos presidentes dos agrupamentos de escolas (Tese de doutoramento, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2010000277

 Bexiga, F. L. M. (2011). (Des)Empenho do director. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 333-346). Portugal: Universidade de Aveiro.

Borges, M. P. A. (2007). Professores: imagens e auto-imagens. (Tese de doutoramento, Faculdade de Ciências e Educação, Universidade de Lisboa, Portugal). Disponível em http://hdl.handle.net/10451/1700

Bruno, J. (2002). Um Ano após a aplicação do 115-A: Olha para o que eu digo não olhes para o que eu faço, ou um discurso autonómico para o local com uma prática centralizadora global? In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 319-329). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Bucha, A. I. (2004). Gestão das escolas: gestão adaptada a uma realidade local. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Eds.), Politicas e gestão local da educação: Atas do III simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 249-254). Portugal: Universidade de Aveiro.

C

Caetano, J. M. M. (2005). Estilo de liderança e relações interpessoais e intergrupais em contexto escolar: Estudo de caso (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/672

Calado, J. C. P. (2008). Uma escola com ambição (Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/1923

Carvalheiro, M. G. (2004). A especificidade da gestão escolar em Portugal na memória de três gestores escolares. (Dissertação de mestrado não publicada). Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Universidade de Lisboa.

Carvalho, M. J. (2009). Explorando a racionalidade instrumental nas decisões da organização escolar. Revista Portuguesa de Educação, 22(2), 117-140.

Carvalho, S. N., & Fraga, N. S. (2011). A inteligência moral num processo de (des)construção dos projectos de liderança(s). Entre o pensar e o agir como gestão estratégica. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 319-332). Portugal: Universidade de Aveiro.

Castanheira, P. (2010). Liderança e gestão das escolas em Portugal: o quotidiano do presidente do conselho executivo (Tese de doutoramento, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2010000843

Castanheira, P. (2011). Recrutamento de um líder escolar: será que pertencer à casa interessa? In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 303-308). Portugal: Universidade de Aveiro.

Castanheira, P., & Costa, J. A. (2010). Do gestor eleito na escola ao gestor escolhido pela administração educativa: dois casos em análise na gestão escolar em Portugal. In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Castanheira, P., & Costa, J. A. (2011). O projecto de intervenção do director: onde anda e para que serve? In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 125-134). Portugal: Universidade de Aveiro.

Castanheira, P., & Costa, J. A. (2011). In search of transformational leadership: A (meta) analysis focused on the Portuguese reality. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 15, 2012-2015. http://dx.doi.org/10.1016/j.sbspro.2011.04.045

Castro, D. M. (2010). A gestão intermédia nos agrupamentos de escolas: os coordenadores de estabelecimento e as lideranças periféricas (Tese de doutoramento, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2010000494

Correia, A. P. (2007). Contributos do projecto educativo para o trabalho colaborativo e reflexivo entre os professores : estudo de um caso (Dissertação de mestrado em Supervisão Pedagógica, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em:  http://hdl.handle.net/10400.2/1218

Correia, J. A. (2002). A construção científica do político em educação. Educação sociedade e culturas, 15, 19-43.

Correia, A. M., & Costa. J. A. (2004) Liderança feminina nas escolas de Macau: uma abordagem exploratória. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 3, 89-109.

Cortesão, L., Magalhães, A. M., & Stoer, S. R. (2002). Mapeando decisões no campo da educação no âmbito do processo da realização das políticas educativas. Educação, Sociedade & Culturas,15, 45-58. http://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC15/15-3-cortesao.pdf

Costa, A. M. (2005). A Escola como âncora: O(s) líder(es)/gestor(es) escolar(es) e o desenvolvimento/construção do clima e cultura organizacionais –Que papel? (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Porto.

Costa, F. M. (2006). Gestão e Liderança nas escolas: Uma análise do quotidiano do director escolar (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Porto.

Costa, J. A. (2000). Lideranças nas organizações: revisitando teorias organizacionais num olhar cruzado sobre as escolas. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 15-33). Portugal: Universidade de Aveiro.

Costa, J. A. (2002). A administração da educação em Portugal: políticas e modelos de formação. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM]  (pp. 33-43). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Costa, J. A. (2003). Imagens organizacionais da escola. Porto, Portugal: ASA.

Costa, J. A., & Coimbra, C. (2000). Gestão financeira versus gestão pedagógica nas escolas: da desarticulação manifesta à estratégia esperada. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 269-284). Portugal: Universidade de Aveiro.

Costa, F. M., & Costa, J. A. (2007). Gestão e liderança organizacional: uma incursão pelo quotidiano de um director escolar. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 6, 111-126.

Costa, F. M., & Costa, J. A. (2007).  O quotidiano de um director escolar: Entre a gestão e a liderança. In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Costa, M. L. (2008). A promoção da inovação e mudanças nas escolas do 1º Ciclo, em agrupamento, no Concelho de Loures (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/1216

Cunha, D. (2006). Liderança transformacional nas escolas estatais e privadas: um olhar centrado nas percepções dos professores. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Porto.

Cunha, D., & Costa, J. A. (2008). Liderança transformacional nas escolas estatais e privadas. Um olhar centrado nas percepções dos professores. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 7, 21-32.

D

Delgado, P. (2011). A dimensão comunitária da educação nas competências municipais educativas: novos desafios para a construção da autonomia. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 249-262). Portugal: Universidade de Aveiro.

Devesa, A. P. (2007). A liderança escolar na perspetiva dos alunos. (Dissertação de mestrado não publicada). Centro Regional das Beiras, Universidade Católica Portuguesa, Viseu.

Devesa, A., & Ferreira, F. I. (2008) A liderança da escola vista pelos alunos. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 7, 5-19.

Dias, M. (2002). "Cada uma vai por si": Padrões de colegialidade nas escolas básicas Portuguesas (1º Ciclo). In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 345-356). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Dias, M. (2007). A gestão local da educação em portugal: Novas políticas, novas culturas, novas práticas? In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Dias, M. L. (2007). O clima de escola visto pelos alunos: um estudo numa escola secundária no Concelho de Odivelas (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/652

Dias, P. A. (2007). A liderança em escolas da região centro: identificação e avaliação de perfis de liderança: acção transformacional e influência na organização escolar. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Viseu.

Dinis, L. L. (2002). O presidente do conselho directivo: dilemas do profissional docente enquanto administrador escolar. Revista do Fórum Português de Administração Educacional, 2, 115-136.

Dinis, S. (2005). Imagem de escola, cultura e liderança: Um contributo para a compreensão do funcionamento dos órgãos colegiais. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Porto.

Diogo, J. (2004). Lideranças das escolas: sinfonia ou jazz? In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Politicas e gestão local da educação: Atas do III simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 267-254). Portugal: Universidade de Aveiro.

Diogo, T. M. (2007). Liderança para a autonomia “contratada”: Um estudo de caso. (Dissertação de mestrado não publicada). Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal.

Diogo, J., & Castro-Ramos, C. (2003). A liderança das escolas: ficções e realidades elementos para  a compreensão dos processos de liderança das escolas no quadro da autonomia. In A Escola entre o Estado e o mercado: o público e o privado na regulação da educação. Atas do II Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional (pp. 397-420). Lisboa, Portugal: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa

Domingues, M. A. (2007). Expectativas parentais em relação à escola pública dos 2º e 3ºCiclos do Ensino Básico (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/678

E

Estevão, C. A. (2000). Autonomia das escolas: da modernização da gestão ao aprofundamento da democracia. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 35-44). Portugal: Universidade de Aveiro.

Estêvão, C. V. (2001). Políticas educativas, autonomia e avaliação: reflexões em torno da dialéctica do reajustamento da justiça e da modernização. Revista Portuguesa de Educação, 14(2), 155-178. http://hdl.handle.net/1822/549

F

Falcão, M. N. (2002). Parcerias e poderes na organização escolar: Lógicas e dinâmicas  In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 391-404). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Falcão, M. N. (2003). Os (des)encontros do(s) processo(s) autonómico(s) de em (des)agrupamento de escolas. In A Escola entre o Estado e o mercado: o público e o privado na regulação da educação. Atas do II Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional (pp. 157-172). Portugal: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.

Faria, M. P. (2008). Supervisão e liderança na organização escolar: que papel na construção do clima de escola. (Dissertação de mestrado, Departamento de Didática e Tecnologia Educativa, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2009001215

Fernandes, A., Ribeiro, M., Matos, A. e Cabo, P. (2009) - Avaliação da eficácia organizacional das escolas superiores agrárias portuguesas. In X Congresso da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação: Investigar, Avaliar, Descentralizar. Portugal: Instituto Politécnico de Bragança. http://hdl.handle.net/10198/3392

Ferreira, E. (2004). A autonomia da escola pública: A lenda da estátua com pés de barro. Educação, Sociedade & Culturas, 22, 133-152. http://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC22/22-7.pdf

Ferreira, E. (2007). O dever e o processo crísico de autonomia. In Atas do XIV Colóquio da AFIRSE: Para um Balanço da Investigação em Educação de 1960 a 2005. Lisboa, Portugal: FPCEUL.

Ferreira, F. I., Flores, M. A., & Santos, E. F. (2007). Dependência e identidade: a gestão das escolas do 1.º ciclo no contexto dos agrupamentos de escolas. In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Ferreira, H. C. (2006). A administração da educação primária entre 1926 e 1995 : que participação dos professores na organização da escola e do processo educativo? (Tese de doutoramento, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/5675

Ferreira, M. A. (2008). Ciclo de vida, desenvolvimento profissional, gestão escolar : uma abordagem biográfica (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/1215

Ferreira, N. J. (2010). O Director, o novo rosto da escola?: Um estudo de caso sobre concepções e práticas do Director na gestão de uma escola secundária (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/14299

Ferreira, N. C., & Torres, L. L. (2011). Liderança e cultura organizacional: fragmentos do trabalho quotidiano do director numa escola secundária. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 281-302). Portugal: Universidade de Aveiro.

Ferreira, N. J., & Torres, L. L. (2012). Perfil de liderança do diretor de escola em Portugal : modos de atuação e estratégias de regulação da cultura organizacional. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, 28(1), 86-111. http://hdl.handle.net/1822/21017

Ferreira, S. M. (2005). A estruturação díptica da gramática de regras do agrupamento de escolas como organização (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/2985

Figueiredo, Ó. M. (2011). A organização escolar: um perfil de liderança para o século XXI. Contributo dos liderados. (Dissertação de mestrado em Ciências da Educação, Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, Porto, Portugal). Disponível em: http://purl.net/esepf/handle/10000/563

Fonseca, A. (2000). A liderança escolar e a comunicação relacional. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 137-153). Portugal: Universidade de Aveiro.

Fontoura, M. M. (2002). Políticas e projectos escolares. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM]  (pp. 33-43). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Fontoura, M. M. (2008). Política e acção pública. Entre uma regulação centralizada e uma regulação multipolar. Revista Portuguesa de Educação, 21(2), 5-31.

Formosinho, J. (2000). Especialização docente e administração das escolas. Análise das dimensões da especialização docente e problematização da sua articulação com a administração das escolas. Educação, Sociedade & Culturas, 13, 7-42. http://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC13/13-1-formosinho.pdf

Formosinho, J., & Machado, J. (2000). Autonomia, projecto e liderança. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 185-199). Portugal: Universidade de Aveiro.

Formosinho, J., & Machado, J. (2011). Organizar a escola por equipas educativas - a direcção e coordenação pedagógica da escola. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 171-184). Portugal: Universidade de Aveiro.

Francisco, B. F. C. (2008). Estudo de caso: Análise e caracterização de classes de escolas de sucesso (Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/1932

Freire, H. V. (2004). A assembleia de escola no novo regime de autonomia e gestão das escolas da ilha de São Miguel (Açores). Arquipélago – Ciências da Educação, 5, 183-208.

Freire, J. M. C. (2009). A escola como observatório de necessidades educativas de alunos e formativas dos professores : da caracterização dos contextos educativos às cartas de intervenção estratégica (Tese de doutoramento em Ciências da Educação na especialidade de Gestão Eduacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/1429

Freitas, A. I. F. P. (2011). A liderança do Presidente da Escola Secundária Jaime Moniz, no Funchal. (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Departamento de Educação e Ensino à Distância, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/2050

Frota, A. P. R. A. (2011). Gestão escolar e culturas docentes: o público e o privado em análise (Tese de doutoramento, Departamento de Ciências da Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10773/6004

G

Galhardo, N. M. O.(2007). A (in)satisfação dos docentes do 1º Ciclo perante a constituição do agrupamento de escolas: Estudo de caso no Concelho de Vila Franca de Xira (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/655

Gomes, A. R., & Cruz, J. (2007). Abordagem carismática e transformacional : modelos conceptuais e contributos para o exercício da liderança. Psicologia USP, 18 (3), 143-161. http://hdl.handle.net/1822/7779

Gomes, R. (2001). Tecnologias de governo da população escolar: As tecnologias da autonomia e a nova subjectividade escolar. Educação, Sociedade & Culturas, 16, 83-132. http://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC16/16-4.pdf

Graça, S. O. F. (2005).  A liderança nas organizações escolares: um estudo descritivo das percepções de trinta directores de escolas sobre os seus estilos de liderança. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa.

H

Herdeiro, R., & Silva, A. M. (2008). Práticas reflexivas : uma estratégia de desenvolvimento profissional dos docentes. In ANAIS (Atas) do IV Colóquio Luso-Brasileiro, VIII Colóquio sobre Questões Curriculares: Currículo, Teorias, Métodos. 2, 3 e 4 de Setembro de 2008. Florianópolis, Brasil: Universidade de Santa Catarina – Grupo de trabalho 11 – Currículo e Formação Docente. http://hdl.handle.net/1822/9819

Herdeiro, R., & Silva, A. M. C. (2009). Carreira e desenvolvimento profissional: narrativas de professores do 1º CEB. In B. Silva, A. Almeida, A. Barca & M. Peralbo (Eds.) Atas do X Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia (pp. 489-506). Braga, Portugal: Universidade do Minho. http://hdl.handle.net/1822/9813

Homem, L. F. (2000). Aqui quem manda sou eu!ou aspectos da construção de uma liderança num jardim de infância. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 119-135). Portugal: Universidade de Aveiro.

J

Jacinto, M. J. P. (2006). Dinâmicas do director de turma na promoção do envolvimento da família na escola: um contributo para a diminuição da indisciplina (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/676

Januário, J. F. R. (2003). Liderança nas organizações escolares: Modelos conceptuais de liderança dos presidentes dos conselhos executivos. (Dissertação de mestrado em ciências da educação não publicada). Universidade dos Açores.

L

Lapa, M. F. A. R. (2006). Liderança escolar em contexto de mudança curricular. (Dissertação de mestrado não publicada).Instituto de Educação e Psicologia - Universidade do Minho, Braga.

Leite, M. G. O. G. N. (2007). O presidente do conselho executivo e as representações dos professores (Dissertação de mestrado, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2007001310

Lima, F. (2007). (R)evolução na gestão das escolas...a gestão profissionalizada. In Atas do XIV Colóquio da AFIRSE: Para um Balanço da Investigação em Educação de 1960 a 2005. Lisboa, Portugal: FPCEUL.

Lima, J. Á. (2000). O departamento disciplina como contexto para a colegialidade docente nas escolas secundárias. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 65-93). Portugal: Universidade de Aveiro.

Lima, J. Á. (2011). O líder escolar: uma leitura à luz dos estudos sobre a eficácia. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 23-46). Portugal: Universidade de Aveiro.

Lima, L. C. (2009). A democratização do governo das escolas públicas. Sociologia: revista da Faculdade de Letras, 19, 227-253. http://hdl.handle.net/1822/11727

Lima, L. C. (2011). Director de escola: subordinação e poder. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 47-63). Portugal: Universidade de Aveiro.

Lima, L. C. (2011). Políticas educacionais, organização escolar e trabalho dos professores. Educação: Teoria e Prática, 21(38). http://hdl.handle.net/1822/17208

Lindinho, C. G. (2003). Os poderes na escola : análise das relações de poder da Assembleia de Escola e do Conselho Executivo (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/659

Lopes, A., & Barrosa, L. (2011). A escola pública portuguesa: entre a burocracia, a gestão pela qualidade e a política de autonomia - contradições e tendências relativas à figura do Director. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 137-156). Portugal: Universidade de Aveiro.

Lopes, F. M. (2006). Participação organizacional e educativa dos pais na escola do 1º ciclo do ensino básico: potencialidades e limites. (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em http://hdl.handle.net/1822/6667

M

Manso, A. (2007). Escola democrática e sucesso escolar: uma perspectiva crítica. In A. Barca, M. Peralbo, A. Porto, B. Duarte da Silva, & L. Almeida (Eds.), Libro de Atas do IX Congreso Internacional Galego-Portugués de Psicopedagoxía. Coruña, España: Universidade da Coruña. http://hdl.handle.net/1822/9435

Marques, A. A. M. (2011). O director e os apoios na tomada de decisão: o assessor técnico-pedagógico. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 241-248). Portugal: Universidade de Aveiro.

Marques, C. I. N. (2006).  A liderança num agrupamento de escolas. (Dissertação de mestrado não publicada). Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais, Centro Regional das Beiras, Universidade Católica Portuguesa, Viseu.

Martins, F. (2011). Tempos de mudanças para a administração da escola pública. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 91-104). Portugal: Universidade de Aveiro.

Martins, L. C. (2010). Representações dos professores sobre o director de escola: influência das lideranças no desempenho docente (Dissertação de mestrado em Ciências da Educação e Formação, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade do Algarve, Algarve, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.1/1516

Martins, M. F. (2009). Gerencialismo e quase-mercado educacional : a acção organizacional numa escola secundária em época de transição (Tese de doutoramento, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/10159

Matos, B. E. F. C. (2011). Práticas de liderança do(a) director(a) : um estudo em escolas públicas do Distrito de Coimbra (Dissertação de mestrado, Departamento de Educação e Ensino à Distância, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/2016

Mesquita, M. P. E. (2011). Entre a(s) política(s) educativa(s) e a dimensão organizacional: os dilemas e desafios à liderança do Director de Escola. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 273-280). Portugal: Universidade de Aveiro.

Modesto, A. S. T. (2009). Liderança dos directores de turma por parte da sua coordenadora (Dissertação de mestrado, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2010000379

Moreira, M. A. (2009). A avaliação do (des)empenho docente : perspectivas da supervisão pedagógica. In F. Vieira, M. A., Moreira, J. L. Silva, & M. C. Melo (Orgs.), Pedagogia para a autonomia : reconstruir a esperança na educação. Atas do 4º Encontro do Grupo de Trabalho-Pedagogia para a Autonomia, [CD-ROM] (pp. 241 – 258). Braga, Portugal: CIED. http://hdl.handle.net/1822/10366

Moura, H. F. B. (2008). Uma escola, uma cultura, um estudo de caso (Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/1858

Mourão, P. (2004). Antecipar a “revolta na bounty” : viagem pela avaliação de alunos e docentes. In J. C. Martínez Coll (Ed.), Economía y sociedad : Atas oficiales de los Encuentros Virtuales de Economía, 2, [CD-ROM]. Málaga, España: Eumed.net. http://hdl.handle.net/1822/7241

N

Neto-Mendes, A. (2002). Reformas que mudam práticas, práticas que mudam reformas. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 99-108). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Neto-Mendes, A. (2004). Escola pública: "gestão democrática", colegialidade e individualismo. Revista Portuguesa de Educação, 17, 115-131.

Nogueira, P. M. F. S. (2009). O espírito do tempo: uma investigação sobre a liderança, seus ingredientes e fronteiras, com vista ao desenvolvimento de uma noção consensual do fenómeno. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Lisboa.

O

Oliveira, A. (2003).  As lideranças e as representações sociais de alunos e professores de uma escola. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Viseu.

Oliveira, A. R. (2007). A gestão de recursos humanos docentes na administração e gestão educacional: marketing interno como modelo de abordagem (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/659

Oliveira, J. M. C. (2007). Lideranças do tipo transformacional : estudo de uma escola básica e de uma escola secundária (a percepção dos professores). (Dissertação de mestrado não publicada). Faculdade de Educação e Psicologia, Universidade Católica Portuguesa, Porto.

Oliveira, P. R. (2002). As percepções dos professores sobre o(s) estilo(s) de liderança da direcção da escola e o clima de escola. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 493-505). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

P

Palhares, J. A. (2011). Governação da escola e excelência escolar: as representações dos alunos laureados num quadro de excelência. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 185-198). Portugal: Universidade de Aveiro.

Pascoal, T. (2000). O POC-Educação como instrumento de gestão nas escolas do ensino não superior: estrutura e dificuldades de compreensão. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 285-298). Portugal: Universidade de Aveiro.

Pinto, A. J. O. (2002). Lógicas de Interacção e Processos de Construção de Autonomia da Escola. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 529-543). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Pires, C. (2003). A administração e gestão da escola do 1º ciclo: o caso das comissões executivas instaladoras. Revista do Fórum Português de Administração Educacional,3, 103-110.

Prates, M. L., Aranha, Á., & Loureiro, A. (2010). Liderança: supervisão e aprendizagem partilhada na escola actual. EduSer: Revista de Educação, 2(1), 20-36.

R

Ramos, C. C., & Diogo, J. (2003). A liderança das escolas: ficções e realidades - elementos para a compreensão dos processos de liderança das escolas no quadro da autonomia. In Anais: Educação e Desenvolvimento (pp. 91-114). Portugal: Unidade de Investigação, Educação e Desenvolvimento. Faculdade de Ciências e Tecnologia. Universidade Nova de Lisboa.  Disponível em: http://run.unl.pt/bitstream/10362/199/1/anais_2003.pdf

Ramos, M. C. C. (2001). Os processos de autonomia e descentralização à luz das teorias de regulação social (Tese de doutoramento, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/1009

Rego, A. (2000). Impacto dos docentes universitários sobre os seus ex-alunos: uma abordagem comportamental da liderança. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 153-162). Portugal: Universidade de Aveiro.

Reis, P. M. J. (2005). A construção e a avaliação do projecto curricular de escola-agrupamento : o contributo da referencialização (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/8153

Ribeiro, C. A. L. (2006).  A influência do gestor escolar na motivação dos professores para a sua participação no Projecto educativo – um estudo de caso do Concelho de Rio Maior. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Aberta, Lisboa.

Ribeiro, J. C. (2007). A construção do papel do presidente de escola na regulação local das políticas públicas de educação. Sísifo, 4, 59-66.

Ribeiro, J. C. (2007). O gestor escolar enquanto objecto das políticas educativas: que espaço para a liderança pedagógica. In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Ribeiro, M. I. B., & Bento, A. V. (2011). O diretor de escola, a política organizacional escolar, a mercantilização da educação e as explicações: Um estudo de caso na Madeira. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 105-124). Portugal: Universidade de Aveiro.

Ribeiro, N.  A., & Fernandes, P. O. (2002). Proposta de indicadores para a avaliação da qualidade no ensino superior público: um caso de estudo. In XII Jornadas Luso Espanholas de Gestão Científica/Novos Desafios na Gestão: Inovação ou Renovação?(pp.411-421). Covilhã, Portugal. http://hdl.handle.net/10198/1014

Ribeiro, P. J. F. (2003). O espectro do gerencialismo no sistema educativo Português. In A Escola entre o Estado e o mercado: o público e o privado na regulação da educação. Atas do II Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional (pp. 373-382). Lisboa, Portugal: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa

Robertson, S., & Dale, R. (2002). Regulação e risco na governação da educação. Gestão dos problemas de legitimação e coesão social em educação nos estados competitivos. Educação, Sociedade & Culturas, 15, 117-147. http://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC15/15-7-roberston.pdf

Rocha, C. (2000). Perspectivas organizacionais sobre a liderança feminina em contexto educativo. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 109-118). Portugal: Universidade de Aveiro. http://hdl.handle.net/1822/10075

Rocha, C. (2002). Relações de género e feminização da gestão educacional: Para uma crítica das políticas da desigualdade. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 319-329). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Rocha, C., & Silva, M. (2011). Os papéis dos directores: da ambiguidade à burocracia. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 67-76). Portugal: Universidade de Aveiro.

Rocha, J. A. O. (2000, Fevereiro). Modernização das universidades e gestão participada. Comunicação apresentada no Seminário sobre Modernização Administrativa das Universidades, Porto. http://hdl.handle.net/1822/2925

Rocha, M. C. J. (2005). Educação, género e poder : uma abordagem política, sociológica e organizacional (Tese de doutoramento, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/4683

Rocha, M. C. J. (2007). Racionalidades organizacionais e relações de poder na escola pública portuguesa: construindo uma gestão mais democrática. Educação em revista, 8(1), 1-20. http://hdl.handle.net/1822/8561

Rodrigues, F. C. F. (2009). E-Lider@nça: um futuro emergente. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade da Madeira, Funchal.

Rodrigues, J. A. R. (2006). Gestão intermédia e lideranças escolares: a coordenação de departamento curricular. (Dissertação de mestrado não publicada). Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais, Centro Regional das Beiras, Universidade Católica Portuguesa, Viseu.

Rodrigues, J. M. P. P. (2011). Relação entre o modelo de gestão e o clima organizacional: a passagem do modelo colegial. (Dissertação de mestrado em administração escolar, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.5/3683

Rodrigues, L. A. (2011). Liderança instrucional: comportamentos facilitadores do diretor. (Dissertação de mestrado, Departamento de Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10773/1118

S

Saavedra, L. (2005, Janeiro). Escola, género e democracia: caminhos da igualdade e da diferença. Comunicação apresentada no V Encontro da Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres: Mulheres, Participação e Democracia, Porto, Portugal. http://hdl.handle.net/1822/3989

Sacavém, A. (2000). O carácter contextual, dinâmico e relacional do processo de liderança. (Dissertação de mestrado em comportamento organizacional, Instituto Superior de Psicologia Aplicada, Lisboa). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.12/880

Sanches, M. F. C. (2000). Da natureza e possibilidade da liderança colegial das escolas. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 45-64). Portugal: Universidade de Aveiro.

Seabra, M. T. D. (2003). O novo modelo de gestão para uma escola de qualidade num país multicultural. In A Escola entre o Estado e o mercado: o público e o privado na regulação da educação. Atas do II Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional (pp. 597-612). Lisboa, Portugal: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.

Santos, E. F. M. D. (2007). Processos de liderança e desenvolvimento curricular no 1.º ciclo do ensino básico: Um estudo de caso (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/7033

Saraiva, D. (2005). Imagem de escola, cultura e liderança: Um contributo para a compreensão do funcionamento dos órgãos colegiais. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Porto.

Serra, E. M. (2007). A integração do 1º Ciclo nos agrupamentos verticais de escolas: o funcionamento do conselho pedagógico de um agrupamento do Concelho de Sintra (Dissertação de mestrado em Administração e Gestão Educacional, Universidade Aberta, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/669

Serrano, J. M. (2005). Percursos e práticas para uma escola inclusiva (Tese de doutoramento, Instituto de Estudos da Criança: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/6981

Silva, A. I. (2011). Reforço da autonomia escolar: o jogo da ''corda'' dos/as directores/as escolas com contrato de autonomia (Dissertação de mestrado, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10216/55009

Silva, A. M. (2010). Liderança e cultura organizacional escolar: Um estudo de caso numa escola secundária (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/13941

Silva, A. P. (2011). Projeto de intrevenção do diretor versus projeto educativo da escola. (Dissertação de mestrado, Departamento de Ciências da Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10773/8248

Silva, D. V. (2007). Jogos de poder no conselho pedagógico  - contributos para a sua reflexão a partir de uma investigação de caso num agrupamento de escolas. In Atas do XIV Colóquio da AFIRSE: Para um Balanço da Investigação em Educação de 1960 a 2005. Lisboa, Portugal: FPCEUL.

Silva, D. V. (2008). Demandas de poder no Conselho Pedagógico — reflexões a partir de um estudo de caso num agrupamento de escolas. Revista Portuguesa de Educação, 21(2), 33-67.

Silva, E. A. (2000). Gestão estratégica e projecto educativo. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 217-238). Portugal: Universidade de Aveiro.

Silva, E. A. (2002). Projecto educativo de escola e dinâmica organizacional escolar: Representações e Participação dos Professores. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM] (pp. 861-873). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Silva, G. R. (2007). Tendências actuais na formação em Administração Educacional. Revista Portuguesa de Educação, 20(1), 221-245.

Silva, J. M. (2007). Gestão e liderança das escolas públicas portuguesas: da revolução à globalização. In Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação & III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. http://hdl.handle.net/10400.8/164

Silva, J. M. (2008). Líderes e lideranças em escolas portuguesas : trajectos individuais e impactos organizacionais (Tese de doutoramento, Facultad de Educación da Universidad de Extremadura, Badajoz, España). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.8/163

Silva, J. M. (2011). Direcção, liderança e autonomia das escolas. In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 77-90). Portugal: Universidade de Aveiro.

Silva, M. A. F. (2002). O projecto na organização escolar: A tensão entre a dimensão política e a dimensão instrumental em análise. In Atas do II Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração Educacional: Investigação, Formação e Práticas [CD-ROM]  (pp. 893-903). Braga: Universidade do Minho, Fórum Português de Administração Educacional, ANPAE.

Silva, P. (2002). O poder invísivel da directora de escola do 1º ciclo: algumas reflexões. Revista do Fórum Português de Administração Educacional, 2, 108-114.

Silva, S. C. (2004). 30 anos de governação (pouco) democrática das escolas. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Eds.), Políticas e gestão local da educação. Atas do III Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 199-210). Portugal: Universidade de Aveiro.

Silva, R. (2007). Liderança escolar e clima organizacional nas escolas do 1.ºciclo: Estudo de caso. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Lisboa.

Silva, V. R. (2003). Escola, autonomia e formação : dinâmicas de poder e lógicas de acção numa escola secundária de Braga (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/362

Simões, A. M. (2000). A liderança e o projeto educativo: caminhos para a construção da autonomia - estudo de caso. (Dissertação de mestrado não publicada). Universidade Católica Portuguesa, Lisboa.

Simões, O. M. C. (2007). Educadora de infância e presidente do conselho executivo : Estudo de caso (Dissertação de mestrado, Departamento de Ciências e Educação, Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/teses/2007001102

Soares, M. I. P. P. (2010). Perspectivas organizacionais sobre a liderança colegial em contexto educativo: Um estudo de caso (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/13665

T

Teixeira, C. M. S. R. V. (2011). Percepções sobre liderança, clima escolar e participação docente numa Escola Secundária da Regiâo Autónoma dos Açores. (Dissertação de mestrado, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10316/18252

Teles, C. G. A. (2009). Percursos de liderança(s) nas escolas: entre desafios e limitações...Estudo nas escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico da RAM. (Dissertação de mestrado, Departamento de Ciências da Educação: Universidade da Madeira, Funchal, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.13/161

Teles, F. M. (2009). Liderança escolar no feminino. (Dissertação de mestrado não publicada). Departamento de Ciências da Educação: Universidade da Madeira, Funchal.

Torres, L. L. (2000). Repensar os fundamentos epistemológicos da problemática da cultura organizacional (escolar): primeiros passos para uma genealogia. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Orgs.), Liderança e estratégia nas organizações escolares. Atas do I Simpósio sobre organização e gestão escolar (pp. 95-106). Portugal: Universidade de Aveiro.

Torres, L. L. (2003). Cultura organizacional em contexto educativo: sedimentos culturais e processos de construção do simbólico numa Escola Secundária (Tese de doutoramento, Instituto de Estudos da Criança: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/5716

Torres, L. L. (2005). Configurações culturais e o processo de construção da gestão democrática numa escola secundária. Revista Portuguesa de Educação, 18(2), 89-124.

Torres, L. L. (2007). Abordagens culturais no contexto de investigação internacional: Tendências evolutivas no campo educativo (1960-2004). In Atas do XIV Colóquio da AFIRSE: Para um Balanço da Investigação em Educação de 1960 a 2005. Lisboa, Portugal: FPCEUL.

Torres, L. L. (2007). As máscaras e os rostos da cultura organizacional escolar: uma crítica ao movimento gestionário da cultura no desenvolvimento democrático das escolas, In A. P. Pedro, A. Martins e C. Fernandes (Coords.), Atas do Congresso Educação e Democracia. Representações sociais, práticas educativas e cidadania (pp. 555-567). Portugal: Universidade de Aveiro.

Torres, L. L. (2007). Processos de liderança e modos de regulação cultural nas organizações escolares: Um estudo sobre os perfis e as práticas de dois gestores numa escola secundária. In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Torres, L. L. (2008a). A escola como entreposto cultural: o cultural e o simbólico no desenvolvimento democrático da escola. Revista Portuguesa de Educação, 21(1), 59-81.

Torres, L. L. (2008b). Modos de regulação cultural nas organizações escolares: um estudo sobre perfis de liderança numa escola secundária  Revista de Educação 16(1), 77-96.

Torres, L. L. (2011). Liderança singular na escola plural: rumo à personificação das culturas da Escola? In A. Neto-Mendes, J. A. Costa, & A. Ventura (Eds.), A emergência do diretor da escola: questões políticas e organizacionais. Atas do VI Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 225-240). Portugal: Universidade de Aveiro.

Torres, L. L. (2011a). A construção da autonomia num contexto de dependências : limitações e possibilidades nos processos de (in)decisão na escola pública. Educação, Sociedade & Culturas, 32, 91-109. http://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC32/Artigos_32_Torres.pdf

Torres, L. L. (2011b). Liderança singular na escola democrática : ameaças e contradições. Centro de Formação Francisco de Holanda, 18, 27-36. http://hdl.handle.net/1822/14179

Torres, L. L., & Palhares, J. A. (2009). Estilos de liderança e a escola democrática. Revista Lusófona de Educação, 14, 77-99.

Torres, L. L., & Palhares, J. A. (2009). Leadership styles and democratic school. In Conference of European Sociological Association (ESA 2009) – EuropeanSociety or European Societies? [CD-ROM]. Lisboa, Portugal: European Sociological Association. http://hdl.handle.net/1822/10011

Torres, L. L., & Palhares, J. A. (2009, Setembro). Na senda da excelência escolar : sociografia de um “quadro de honra”. Poster apresentado no Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Braga, Portugal. ). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/10120

Trevisan, F. (2003). A escola de ensino fundamental rural no desenvolvimento do seu meio: um estudo comparativo (Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/402

Trigo, J. R., & Costa. J. A. (2008). Liderança nas organizações educativas: a direcção por valores. Revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação,16 (61), 561-581.

Tumbula, S. H. (2010). Culturas organizacionais e liderança nas escolas (Dissertação de mestrado em Administração e organização escolar não publicada). Faculdade de Educação e Psicologia: Universidade Católica Portuguesa, Lisboa.

Tumbula, S. H., & Costa, J. A. (2010). Culturas organizacionais e liderança nas escolas: a direcção por valores em estudo de caso. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 9, 191-202.

V

Ventura, A., Costa, J. A., Neto-Mendes, A., & Castanheira, P. (2005). Perceptions of leadership – a study from two Portuguese schools”. REICE - Revista Electrónica Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación 3(1), 120-130. Disponível em: http://redalyc.uaemex.mx/pdf/551/55130111.pdf

Veiga, J. (2003). A gestão profissional das escolas básicas e secundárias: um novo mito ou um instrumento transformador das escolas? In A Escola entre o Estado e o mercado: o público e o privado na regulação da educação. Atas do II Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional (pp. 383-396). Lisboa, Portugal: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.

Veiga, J. J. (2007). A necessidade de «profissionalização» dos gestores escolares face às recentes medidas de política educativa: Análise curricular das formações especializadas em administração escolar. In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Vieira, A. J. (2003). Ensino especializado da música numa escola privada : centralidade(s) e liderança do director pedagógico (Dissertação de mestrado, Instituto de Educação e Psicologia: Universidade do Minho, Braga, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/689

Vieira, M. I. M. (2006). Motivação profissional e expectativas de liderança dos docentes (Dissertação de mestrado, Secção Autónoma de Ciências Sociais, Jurídicas e Políticas Universidade de Aveiro, Portugal). Disponível em: http://biblioteca.sinbad.ua.pt/Teses/2007001146

Vila-Chã, A. & Torres, L. L. (2007). Processos de gestão e liderança pedagógica na escola pública: os sentidos da participação dos actores no conselho pedagógico. In Livro de Atas do IV Congresso Luso-Brasileiro de Política e Administração da Educação/ III Congresso Nacional do Fórum Português de Administração Educacional. O governo da Escola: Os novos referenciais, as práticas e a formação. Lisboa, Portugal: Fórum Português de Administração Educacional.

Viseu, S., Barroso, J., Dinis, L. L., & Macedo, B. (2004). A regulação interna das escolas e lógicas de acção dominantes: dois casos contrastantes. In J. A. Costa, A. Neto-Mendes, & A. Ventura (Eds.), Políticas e gestão local da educação. Atas do III Simpósio sobre Organização e Gestão Escolar (pp. 391-402). Portugal: Universidade de Aveiro.

Z

Zamberlan, S. (2003). O lugar da família na vida institucional da escola-família": participação e relações de poder.(Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências e Tecnologia: Universidade Nova de Lisboa, Portugal). Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/403

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


última atualização a 02-05-2013
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.