Dia 21 de Janeiro

10h30 | Sala de Atos Académicos

"Economia Circular"

Mestre João Pedro Matos Fernandes

Ministro do Ambiente e Ação Climática


A primeira conferência realizou-se no dia 21 de janeiro, às 10h30, na Sala de Atos Académicos, no Edifício Central e da Reitoria da UA, e foi dedicada ao tema da Economia Circular, enquanto conceito estratégico que assenta na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia. 

A Economia Circular visa uma ação ampla desde o redesenho de processos, produtos, tecnologias e novos modelos de negócio até à otimização dos recursos. Materializa-se na minimização da extração de recursos, redução de resíduos, maximização da reutilização, aumento de eficácia e desenvolvimento de novos modelos de negócio. 

A mudança de paradigma inerente ao modelo de economia circular tem que envolver as organizações, mas também o cidadão, sendo fundamental a consciencialização para a mudança de hábitos, comportamentos e atitudes. É um tema crucial que merece a melhor atenção também das universidades, pelo papel de relevo que estas podem assumir na introdução da componente de inovação nos vários campos de ação implicados neste modelo.

 

João Pedro Soeiro de Matos Fernandes nasceu em Águeda, em 1967. 

Licenciou-se em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 1991 (opção de Planeamento Territorial) e concluiu o Mestrado em Transportes no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, em 1995. 

Entre 1990 e 1995 trabalhou na Comissão de Coordenação da Região Norte (Ordenamento do Território), tendo sido o coordenador do setor dos transportes. 

Foi Adjunto do Secretário de Estado dos Recursos Naturais entre 1995 e 1997 e Chefe de Gabinete do Secretário de Estado Adjunto da Ministra do Ambiente entre 1997-99. 

Foi Administrador da Quarternaire Portugal, Consultoria para o Desenvolvimento, SA, entre 1999 e 2005. 

Foi Vogal do Conselho da Administração dos Portos do Douro e Leixões entre abril de 2005 e maio de 2008 e Presidente do Conselho de Administração da Administração dos Portos do Douro e Leixões entre abril de 2008 e maio de 2012. 

Foi Presidente do Conselho de Administração da Administração do Porto de Viana do Castelo desde a janeiro de 2009 até maio de 2012. 

Foi Presidente da Associação dos Portos Portugueses, entre 2008 e 2010. 

Foi Docente do Instituto Superior Técnico (Infraestruturas) e do Instituto Superior de Transportes (Impactos Energéticos e Ambientais dos Transportes). Lecionou como convidado em mestrados nas Universidades do Porto, Técnica de Lisboa e de Nápoles. Entre 2012 e 2013 foi assessor do Conselho de Administração das empresas Terminais do Norte e Portos do Norte (Grupo Manica), assumindo funções de gestão do Porto de Nacala, em Moçambique. 

Foi Presidente do Conselho de Administração da Águas do Porto de 2014 a 2015.

Foi Ministro do Ambiente no XXI Governo Constitucional até outubro de 2018, sendo posteriormente Ministro do Ambiente e da Transição Energética.
última atualização a 28-01-2020
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.