curso › Engenharia do Ambiente (4º e 5º ano lecionado em inglês)
objetivos

O Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente (MIEA) da Universidade de Aveiro fornece uma sólida formação de base (física, química, matemática, biologia) e uma formação abrangente nas ciências da especialidade, tendo como objectivo,

- formar técnicos de nível superior capazes de prever, diagnosticar e caraterizar problemas e disfunções ambientais e de propor soluções técnica e economicamente viáveis;

- formar técnicos de nível superior capazes de fazer a integração e interligação de matérias multidisciplinares e transversais, associando as dimensões ecológica, social, económica e cultural à implementação dos sistemas tecnológicos.

O ciclo de estudos integrado (5 anos, 300 ECTS) resulta da adequação do curso mais antigo no domínio da engenharia do ambiente a nível nacional, criado em 1977, designado como Licenciatura em Engenharia do Ambiente. O Mestrado em Engenharia do Ambiente da UA foi galardoado em 2013 com o selo Europeu de Qualidade EUR-ACE, marca que se destina a promover a mobilidade no mercado de trabalho europeu, possibilitando o reconhecimento dos diplomados em todos os países da União Europeia.

A formação dada neste Mestrado Integrado resulta de uma nova visão da Engenharia do Ambiente, através de um ensino inovador suportado pela utilização de estudos de casos reais decorrentes da forte ligação do DAO ao tecido empresarial/organizacional, pela realização de palestras por especialistas, pela realização de visitas de estudo e pela possibilidade de desenvolver uma Dissertação/Projeto/Estágio de final de curso em ambiente empresarial/organizacional. O Departamento de Ambiente e Ordenamento tem um dinâmico programa de estágios, permitindo aos alunos aplicar os conhecimentos adquiridos no curso, sob supervisão de um orientador da Universidade e de um orientador da organização de acolhimento. 

saídas profissionais

Os Mestres em Engenharia do Ambiente estarão habilitados a desempenhar funções de quadros superiores nas mais variadas áreas industriais e organizacionais do setor público ou privado, cuja atividade envolva, direta ou indiretamente, interação com o ambiente. Tendo em vista estas competências, as saídas profissionais são múltiplas, destacando-se as empresas industriais, de projeto, de consultoria e prestação de serviços, a administração central e local, os organismos públicos e privados relacionados com o ambiente e os laboratórios e institutos de investigação.

 

Ligação com o tecido empresarial

O Departamento de Ambiente e Ordenamento (DAO) e os seus docentes, desenvolvem uma forte ligação com o tecido empresarial/organizacional através do Instituto do Ambiente e Desenvolvimento (IDAD), unidade de interface da UA para a transferência e valorização económica do conhecimento produzido na área do Ambiente. Em 2018 os docentes e investigadores do DAO apresentaram 33 projetos de investigação europeus e nacionais, uns em curso e outros aprovados, com continuação no próximo biénio. Os anos de 2018 e 2019 têm sido anos de consolidação da atividade de cooperação do DAO com a sociedade, apresentando sete protocolos de prestação de serviços e cerca duas dezenas de protocolos de colaboração, com o tecido empresarial/organizacional, a maior parte deles no âmbitos de estágios curriculares, fomentando a integração e entrada dos recém-formados, no mercado de trabalho.

a informação disponibilizada nesta página não dispensa consulta à página de acesso ao ensino superior
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.