curso › Criação Artística Contemporânea
objetivos

O Mestrado em Criação Artística Contemporânea tem por objetivo equipar os formandos com uma prática, exposta no desenvolvimento de projetos, que reforce uma autonomia na concretização da obra e uma autoconsciência do ato criativo - essencial para uma praxis enquanto artista. A seriação de formandos para o mestrado procura representar uma visão alargada da atividade artística. A seleção assenta numa escolha de indivíduos que, de uma forma geral, já deixam antever um corpo identitário de prática artística continuada.

Encontramos na designação Criação Artística Contemporânea uma plataforma de interseção para as novas tecnologias e a arte contemporânea (Media Arte). Um pressuposto de transdisciplinaridade que se revela na intenção de desenvolver, aplicar e aumentar o conhecimento e reflexão para as artes visuais - espera-se que este esforço se expanda para além das considerações acerca do relacionamento da arte e da tecnologia.

Assente no paradigma da interação, visto como uma forma de ação que ocorre entre dois ou mais objetos que repercutem efeito uns nos outros, encontramos uma linha da pensamento que orienta este mestrado. As combinações resultantes de várias interações, simples ou complexas, oferecem e orientam-nos num surpreendente e emergente fenómeno onde se antevê, e afirma, a ideia de que todos os sistemas estão e são inter-relacionados (interdependentes), onde todas e quaisquer ações expõem uma consequência proporcionando toda uma abordagem consciente da gramática implícita na constituição do discurso da obra de arte contemporânea - nas suas diversas formas, que vão desde as instalações audiovisuais aos sistemas interativos, passando pelo hipermédia, realidade virtual, até aos conceitos de rede e ciberespaço.

Vemos todo este discurso no sentido de desenvolver competências avançadas: no âmbito das metodologias e práticas de investigação em arte; na utilização de novas tecnologias aplicadas à arte; na compreensão/ comunicação/ interpretação transdisciplinar das áreas científicas envolvidas; nas capacidades de relacionamento interpessoal e de grupo necessárias ao trabalho de equipa pluridisciplinar.

As aulas do mestrado são concentradas à 5.ª e 6.ª feira e funcionam em regime presencial, prevendo-se alguma flexibilidade e acompanhamento especial, particularmente, no caso dos alunos/as abrangidos/as pelo estatuto de estudante-trabalhador.

Atividades complementares de formação

O MesCAC organiza anualmente diversas atividades complementares de formação, que consistem, entre outras,  numa residência artística de quadro dias em ambiente rural (em colaboração com o projeto Binaural/Nodar); uma exposição final de trabalhos de mestrado no Museu de Aveiro.

Dissertação /projeto

Os projetos de dissertação (2.º ano) poderão ser realizados nas seguintes modalidades:

1) dissertação (teórica);

2) por projeto (teórica-prática) ;

3) por estágio (relatório).

 

 

saídas profissionais

Através da autonomia, adquirida durante o mestrado, na criação do "objeto" artístico, colocação no circuito comercial (museus, galerias, etc.)

Coordenação de atividades nos domínios do projeto, e da ação cultural no âmbito da Arte Contemporânea.

Direção/coordenação de equipas pluridisciplinares para a intervenção no espaço público e/ou privado na produção conjunta/individual de obras de arte.

Atividades no domínio do ensino superior de artes plásticas; especialista em área específica de atividade dos estudos de arte e/ou colaboração em equipas de investigação científica.

observações
Reg. nº: R/B – AD 452/2007
a informação disponibilizada nesta página não dispensa consulta à página de acesso ao ensino superior
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.