curso › Gestão e Planeamento em Turismo
objetivos

A Licenciatura em Gestão e Planeamento em Turismo, oferecida pela Universidade de Aveiro, tem por objetivo preparar quadros para o setor do turismo, atividade de grande importância socioeconómica em Portugal e em fase de expansão, para a qual a oferta de técnicos com formação superior se apresenta como insuficiente. A evolução deste setor configura-se como muito exigente, num quadro de competição internacional. Trata-se de um setor muito complexo, que interage com vários outros setores (efeito multiplicador) e apresenta impactos relevantes em termos socioculturais e ambientais. Exige, por tudo isto, uma sólida formação de base interdisciplinar, bem como competências específicas ao nível do planeamento e, sobretudo, da gestão, permitindo uma atuação eficaz e eficiente neste quadro exigente e complexo.

Procura-se, neste contexto, formar profissionais de elevada qualificação que possam abranger os setores de planeamento e desenvolvimento do Turismo em organismos governamentais, autárquicos e regionais e ainda a organização, gestão e marketing para o Turismo em empresas públicas e privadas.

saídas profissionais

A Licenciatura em Gestão e Planeamento em Turismo da Universidade de Aveiro tem por objetivo preparar quadros para o setor do turismo, atividade de grande importância socioeconómica em Portugal e em fase de expansão, para a qual a oferta de técnicos com formação superior se apresenta como insuficiente. Procura-se, neste contexto, formar profissionais de elevada qualificação que possam integrar-se nos setores de planeamento e desenvolvimento do Turismo em organismos governamentais, autárquicos e regionais e ainda a organização, gestão e marketing para o Turismo em empresas públicas e privadas.

 

Mais concretamente o curso visa as seguintes saídas profissionais:

- empresas e organizações privadas do setor do turismo (setor hoteleiro, operadores turísticos, companhias de aviação, casinos, parques temáticos, empresas de organização de eventos de aventura, desporto, etc);

- administração pública central, regional e local do turismo (câmaras municipais, entidades regionais de turismo, Turismo de Portugal, etc);

- empresas de consultoria e gabinetes de estudos;

- associações setoriais;

- instituições de ensino e investigação.

a informação disponibilizada nesta página não dispensa consulta à página de acesso ao ensino superior
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.