45 anos da UA
 

factos & números

REVISTA TURISMO & DESENVOLVIMENTO (RT&D) tem vindo a crescer de uma forma sólida e sustentada. Criada em 2004, e com 26 semestres de publicação regular e ininterrupta, a RT&D tem vindo a cumprir os propósitos que estiveram na sua origem:

» tornou-se num espaço de publicação regular de artigos científicos, bem como de artigos não científicos mas na interface das empresas e organizações;

»  tem-se pautado por critérios de rigor, tendo, desde o início, adotado o sistema de double-blind peer review para a avaliação dos trabalhos submetidos. Alargou, de dois para três, o número de revisores anónimos que avalia cada artigo;

» tem vindo a receber artigos que abordam uma diversidade de temas importantes para a academia e a sociedade, acompanhando as tendências;

»  atrai atualmente publicações de académicos de diversas Escolas nacionais e estrangeiras.

Ao fim de 14 anos de existência, plenos de desafios, a RT&D encontra-se indexada em algumas bases de referenciação internacionais. A sua presença nestas bases representa, indubitavelmente, a sua aceitação e acreditação científica nacional e internacionalmente. Mais ainda, significa que a revista oferece um palco sólido para que a academia do turismo possa apresentar os resultados dos seus trabalhos de investigação.

Com uma forte representação internacional no Conselho Editorial, bem como no Conselho Científico e no Conselho de Revisores, a RT&D publica artigos de autores de todo o mundo, em três línguas: português, inglês e castelhano. A Lusofonia tem merecido especial atenção por parte da Equipa Editorial, para a divulgação e atração de contributos científicos e técnicos que têm vindo a surgir na área do turismo. Este facto deve-se não só ao caráter histórico e cultural que une todos os países do espaço lusófono, mas também ao desenvolvimento académico, social e económico que estes países hoje vivem, nomeadamente o Brasil.

A RT&D publicou, até ao final de 2017, um total de 772 artigos científicos, ao longo de 28 edições, contando com um total de 1.265 autorias, oriundas de 31 países diferentes. Os cinco países mais representados no corpo de autores são Portugal, Brasil, Espanha, Cuba e Reino Unido. A maioria dos artigos encontra-se escrita em português (78%), seguido do inglês (17%) e castelhano (5%). A taxa média de reprovação dos artigos situa-se nos 42%.

Cada trabalho submetido passa pelo sistema de double-blind peer review, efetuado por um painel de 3 revisores científicos. O Conselho de Revisores Científicos da RT&D integra 247 académicos doutorados, de prestigiadas universidades nacionais e estrangeiras, de cerca de 12% de países do mundo.

A realização de conferências internacionais, às que a RT&D se tem vindo a associar, é uma excelente forma de se estimular a produção científica, uma vez que o número de trabalhos publicados nessas edições é bastante elevado. Do número total de artigos publicados pela RT&D, 553 (71,63%) representam trabalhos submetidos e apresentados nas conferências INVTUR 2010, 2012, 2014 e 2017. À parte estas edições duplas da INVTUR, a RT&D tem publicado aproximadamente 23 artigos por ano, em média. A INVTUR 2010 foi claramente um marco na história da realização de conferências científicas em Portugal, dado ter atraído um elevado número de autores e um vasto leque de temas. Para além disso, eventos com estas características contribuem para a internacionalização e networking da produção científica dos países.

A publicação científica em turismo em Portugal encontra-se a evoluir muito favoravelmente: o número de escolas, centros de investigação e projetos em turismo tem vindo a crescer e o número de artigos científicos publicados encontra-se igualmente a expandir de uma forma proporcional. Importa, cada vez mais, que as revistas da área do turismo consigam seduzir académicos e investigadores a publicarem nestas áreas do conhecimento, no sentido de se divulgar, cada vez mais, os resultados científicos encontrados e permitir avançar com o nível de conhecimento sobre o fenómeno do turismo e sobre a forma com a sociedade pode recolher benefícios da sua evolução.

RT&D é uma publicação incontornável na comunidade científica da área de turismo em particular no espaço lusófono e na Europa. Embora a Europa seja um dos grandes focos de competitividade, com muitos journals e um grande volume de publicação científica nesta área, a RT&D também se tem vindo a afirmar por todo este continente. Mantém uma Política Editorial exigente e robusta, baseada em criteriosos padrões éticos. Segue as orientações de conduta e linhas de malware practice disponibilizadas pela Elsevier e pelo Committee on Publication Ethics (COPE).

última atualização a 28-06-2018

Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.