Programação I › 43255

código no paco
43255
área científica
Informática / Ciência e Tecnologia da Programação
créditos
8
escolaridade
ensino teórico-prático (TP) - 1 hora/semana
ensino prático e laboratorial (PL) - 2 horas/semana
idioma(s) de lecionação
Português
objectivos
O objectivo principal de Programação I é fornecer uma competência sólida no desenvolvimento de programas, de pequena e média complexidade, que modelem situações concretas e que forneçam resposta às questões por elas levantadas.É dentro deste enquadramento que são tratados aspectos como a decomposição hierárquica das soluções, com recurso a pseudo-código, estruturalmente semelhante à linguagem de programação que vai ser utilizada, com o encapsulamento da informação, com a definição de novas operações no âmbito da linguagem e o estabelecimento estrito das consequentes dependências de informação. Pretende conduzir-se os alunos a uma metodologia que procura atingir a descrição final, por refinamentos sucessivos e de um modo quase natural.

São igualmente objecto de atenção princípios básicos de Engenharia de Software, relacionados com a legibilidade, a documentação e a manutenção dos programas, bem como com o seu teste.

 

competências

 

As principais competências a adquirir são: 

  • capacidade de desenvolver estratégias para a especificação precisa do problema que se pretende resolver com o computador;
  • capacidade de estabelecer metodologias de descrição detalhada e rigorosa de soluções que possam ser implementadas num computador;
  • capacidade de desenvolver programas em JAVA;
  • familiarização com um ambiente de desenvolvimento, onde os programas representativos das soluções possam ser escritos, documentados, testados e validados.

 

conteúdos

O conteúdo programático centra-se sobre os conceitos de programação estruturada e visa o estudo de técnicas de decomposição hierárquica de soluções, com recurso a refinamentos sucessivos, usando o encapsulamento de informação na definição de novas operações e estabelecendo um mecanismo estrito de dependências de informação. Estruturas de dados de tipo estático são introduzidas nesta fase, bem como os algoritmos mais comuns para ordenação e pesquisa de dados. São igualmente tratados aspectos relacionados com estruturas de dados mais complexas como sejam os registos.

avaliação

A disciplina Programação I é avaliada segundo 3 componentes: 2 Mini Testes, Teste Prático intermédio, e Exame final com pesos respectivos de 10%, 10%, 30% e 50%.
Para um aluno ficar aprovado na disciplina tem que obter mais do que 7,5 valores em cada uma das componentes.
A componente Exame Prático Intermédio decorre no periodo de avaliações e consiste numa prova realizada num computador em que o aluno terá que resolver um conjunto de problemas semelhante aos problemas propostos para as aulas práticas.
Os Mini Testes serão 2, realizados durante as aulas práticas, incidirão sobre os temas introduzidos nas últimas aulas e terão a duração de 25 a 30 minutos.

Na época de recurso a nota será a nota obtida no Exame Prático realizado em Julho.

A frequência das aulas práticas e teórica-práticas para os alunos do regime ordinário é obrigatória (o que inlui os alunos repetentes)

A avaliação de alunos inscritos com o estatuto de trabalhador-estudante, caso não optem pelo regime de frequência e de avaliação contínua, é constituída unicamente pelo Teste Prático. Considera-se que os alunos estudantes trabalhadores optam pelo regime não presencial, quando não tomam posse em nenhuma turma prática ou caso contrário que o declarem expressamente e por escrito ao regente da disciplina.

requisitos
Não existem.
metodologia

A componente teórica-prática da disciplina é composta por uma aula de 2h semanais. As aulas teórica-práticas têm um carácter expositivo e de preparação para as aulas práticas permitindo a introdução dos conceitos de programação que serão explorados nas aulas práticas. Parte significativa das aulas teórica-práticas é também orientada à resolução de problemas concretos. É essencial que as aulas práticas e aulas teóricas estejam sincronizadas. Quem participar nas aulas teóricas deverá ser capaz de resolver os problemas das aulas práticas sem necessidade de qualquer introdução teórica adicional.

A componente prática da disciplina é composta por uma aula de 3h. O caderno dos exercícios a realizar nas aulas práticas, está organizado por aulas com objectivos bem definidos. Podendo ainda existir problemas que serão introduzidos em cada aula mediante o desempenho de cada aluno. Que fique bem claro, que estes exercícios não são para ser exclusivamente resolvidos nas aulas. A resolução dos problemas deve ser preparada em casa ou usando os laboratórios que estão abertos fora do período lectivo e o acesso a eles é livre a todos os alunos. Quem resolver os exercícios propostos, de uma forma consciente e gradual, ao longo do semestre, tem a garantia de ter obtido as competências necessárias para obter aprovação na disciplina.

bibliografia base
Elliot B. Koffman, " Problem Solving with JAVA", Addison Wesley.
bibliografia recomendada
  • António Adrego da Rocha, Osvaldo Rocha Pacheco,
    "Introdução à Programação em Java", 1ª edição, FCA
    editores, 2009.

Outros:

  • Elliot B. Koffman, " Problem Solving with JAVA", Addison Wesley.
  • João Pedro Neto, "Programação e Estruturas de Dados", Escolar Editora.
  • Kris Jamsa, "Programação em JAVA", Edições CETOP.
  • F. Mário Martins, "JAVA 5 e Programação por Objectos", FCA.
  • J. Brookshear, "Computer Science, An overview", Addison Wesley.
  • Elliot Koffman, "Problem Solving with JAVA", Addison-Wesley.
  • Y. Daniel Liang, "Introduction JAVA Programming", Pearson, Prentice-Hall
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.