Mobilidade Internacional - Missões de Ensino

Na sequência da aprovação de um projeto da Ação I do ERASMUS+ intitulado «International Credit Mobility», a UA oferece oportunidades de ensino em instituições fora da União Europeia. Esta atividade permite aos docentes realizar uma missão de ensino de curta duração numa universidade parceira do projeto ICM da UA nos seguintes países: Argélia, Cabo-Verde e Nepal.

Atividade

Mobilidade de docentes para fins de ensino numa universidade parceira do projeto ICM da Universidade de Aveiro.

Duração

São elegíveis, para financiamento, períodos de ensino a ter lugar entre setembro de 2019 e Julho de 2021. De salientar que a "bolsa de mobilidade" disponível no presente concurso prevê um apoio individual diário para 7 dias (5 dias de atividades de ensino + 2 dias de viagem). Prevê ainda um apoio individual para viagem, conforme a Tabela de Valores da Bolsa.

Participantes

São elegíveis, para as missões de ensino ICM, professores (trabalhadores da UA) que participem num programa de mobilidade de docentes aprovado ao abrigo de um acordo bilateral Erasmus+ previamente assinado pela Universidade de Aveiro e por uma instituição de ensino parceira do projeto ICM da UA.

Candidatura 

 

Avaliação e Seleção

No âmbito de seleção dos docentes para missões de ensino, a UA considera como prioritárias as atividades de mobilidade que contribuam para alcançar os objetivos gerais da atividade, a saber:
.:: a consolidação e desenvolvimento das ligações entre instituições;
.:: a preparação de futuros projetos de cooperação entre as universidades parceiras;
.:: o intercâmbio do saber especializado e da experiência relativamente a métodos pedagógicos e a sua disseminação.
São consideradas ainda como prioritárias, as candidaturas submetidas por docentes que têm histórico demonstrado de colaborações em matéria de mobilidade académica com as Universidades parceiras.
Assim, no âmbito da avaliação das candidaturas serão valorizadas as respostas que revelam atividades de ensino e de cooperação inovadoras e que propõem resultados concretos e alcançáveis. Será igualmente valorizado o parecer da direção da unidade orgânica relativamente ao compromisso assumido com a disseminação e valorização dos resultados.
A seleção de candidatos é da responsabilidade do coordenador institucional ERASMUS+.
última atualização a 21-08-2019
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.