45 anos da UA
 

josé duarte a solo (dvd)

josé duarte a solo
Raramente temos oportunidade de poder assistir à transferência de uma coleção entre o seu colecionador e uma instituição. Na maioria dos casos estes processos ocorrem após a morte do colecionador e, por conseguinte, sem a sua colaboração ativa. O processo de transferência da coleção de Jazz José Duarte para a Universidade de Aveiro decorre de uma iniciativa do próprio José Duarte que encontrou em Aveiro um espaço e um projeto institucional ideal para acolher a sua coleção e dar continuidade ao conceito que ele lhe imprimiu enquanto colecionador. Pela sua singularidade, este momento merece pois ser guardado de forma a registar a identidade de um espólio que, por se tratar de um espólio migrante, estará inevitavelmente sujeito às transformações que o novo contexto lhe imprimirá. A coleção de Jazz José Duarte, construída ao longo de 50 anos, é, para todos os efeitos, uma coleção biográfica. É composta por um vasto conjunto de espécies documentais associadas ao Jazz entre as quais se inclui, para além de inúmeros manuscritos, material fonográfico, videográfico, filmográfico, fotográfico, bibliográfico, e ainda um conjunto disperso de outros suportes documentais e objetos de coleção. A configuração da coleção, assim como os pressupostos que garantem a sua manutenção, confundem-se de algum modo com o seu coletor. Correspondem às suas escolhas e adoções, contam as histórias do seu percurso pessoal e profissional, da sua aproximação ao Jazz, das suas preferências estéticas, das suas empatias e antipatias, das suas amizades, do seu entendimento sobre o próprio conceito de música, de jazz e de coleção que é, ela própria, um conjunto performativo permanentemente inacabado. É, de resto, em tudo semelhante ao próprio objeto sobre o qual incide: um todo aberto, no qual a diversidade é, mais do que a homogeneidade, a força motriz. É justamente neste ponto que a coleção José Duarte adquire um valor singular porque reproduz, pela sua conceção, provavelmente circunstancial, os princípios que norteiam a conceção jazzistica da música. Mas é essa circunstancialidade que denuncia o aspeto mais apelativo e mais inspirador deste acervo: o momento em que a coleção, o colecionador e o próprio Jazz se confundem pela intimidade com que se abraçam e se misturam. Uma vez transferida para a UA, a coleção José Duarte irá inevitavelmente conviver com outros registos, num território que é, ao mesmo tempo, de acolhimento mas também de fragmentação. A memória do espaço no qual cresceu e que ajudou a construir, ficará inevitavelmente ferida e amputada e com ela se desagrega também um importante património emocional. Este DVD é, assim, uma tentativa de salvaguardar alguns dos segredos que a coleção José Duarte esconde, revisitando o espaço que a albergou durante mais de 20 anos, guiados pela voz de quem lhe deu vida … a solo.

Susana Sardo


> ficha técnica

editor
Universidade de Aveiro

conceito
Susana Sardo

filme 3D - levantamento arquitetónico do espaço e dos objetos
Cláudia Albino e João Paulo Cardielos

representação 2D e coordenação do 3D
Cláudia Albino e João Paulo Cardielos

construção 3D
Paulo Martins e DreamLab - Diogo Valente

imagem
Luís Melo João Oliveira

edição e montagem
Luís Melo

seleção musical
Luís Figueiredo
Pedro Almeida
Susana Sardo

entrevistas
conduzidas por Susana Sardo e registadas em 15 de julho e 10 de outubro de 2003

conceção gráfica
GIF > Fundação João Jacinto Magalhães
última atualização a 09-04-2014
Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.