A UA é reconhecida como uma instituição de qualidade. Desde há longos anos que tem mantido o compromisso forte de promover a cultura da qualidade junto da comunidade académica. A criação em 1997 da sua primeira Vice-Reitoria para a Qualidade, bem como a participação voluntária em processos de avaliação institucional como, o 2nd Round CRE Audits e posteriormente a avaliação pela EUA em 2007, são referências importantes que atestam aquele compromisso. É, pois, natural que os Estatutos da Universidade contemplem uma referência explícita, no seu Artigo 23º, ao desencadear e à implementação das medidas necessárias à garantia da qualidade para toda a atividade que desenvolver.


É dentro deste enquadramento que a UA desenvolve a sua estratégia institucional para a qualidade assente numa lógica de partilha e compromisso de todos com a sua identidade, missão, visão, valores e objetivos assente em referências e metas estabelecidas nos documentos de gestão estratégica - Plano Estratégico, Plano de Ação do Reitor, Plano de Atividades, Relatório de Gestão e Contas, Manual da Qualidade e Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR), que contemplam as ações a levar a cabo, metodologias, parâmetros de monitorização, calendários de execução e responsabilidades dos diferentes Órgãos, Serviços e atores envolvidos.


A política para a garantia da qualidade procura promover de forma transversal na instituição a participação ativa e empenhada de cada um dos seus membros no aprofundamento da cultura da qualidade através do seu comprometimento e contributo para a melhoria contínua e cada um dos processos em que intervêm. Aquela transversalidade tem como referência primeira as pessoas, mas o conceito aplica-se igualmente a toda a ação da Universidade nas várias funções da sua missão.


Este sítio web utiliza cookies sem recolher informação pessoal que permita a identificação dos utilizadores. Ao navegar neste sítio está a consentir a sua utilização.saber mais
Para que esta página funcione corretamente deve ativar a execução de Javascript. Se tal não for possível, algumas funcionalidades poderão estar limitadas.